O que pode fazer a imagem da TV oscilar?

Escrito por elizabeth falwell | Traduzido por allisson ester de paiva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que pode fazer a imagem da TV oscilar?
TVs de LCD, plasma e CRT são susceptíveis a oscilação por diversas razões (Ryan McVay/Photodisc/Getty Images)

Não, você não entrou em um show de rock ou em um trem fantasma - mas se a tela da TV estiver oscilando, você vai sentir como se tivesse entrado. Tudo, de uma fonte com defeito até uma taxa de atualização baixa ou uma luz de fundo defeituosa, pode fazer com que a TV pisque e a imagem trema. A fonte do problema está amplamente ligada à tecnologia do aparelho de televisão.

Outras pessoas estão lendo

Taxa de atualização

A taxa de atualização da televisão indica a frequência na qual o aparelho recebe novos dados da fonte - como o decodificador de TV a cabo ou DVD player - e atualiza a informação na tela. A maioria das emissoras transmite a uma frequência de 60Hz, ou 60 quadros por segundo, enquanto filmes - especialmente os mais velhos - são geralmente mais lentos, a 24 quadros por segundo. A TV LCD, ou CRT, também tem uma taxa de atualização, geralmente começando nos 60Hz para a maioria das CRTs e modelos antigos de LCD. TVs de plasma não têm taxa de atualização, apesar do que alguns anunciantes dizem, pois estão sempre escaneando novos dados. Quando a TV não consegue acompanhar a velocidade na qual está recebendo informação da fonte, a imagem pode oscilar, granular ou até mesmo congelar.

Fonte

Todas as TVs - LCD, plasma ou CRT - estão vulneráveis à oscilação causada por uma fonte defeituosa. A TV necessita de uma corrente constante e contínua de energia para produzir as imagens que você vê na tela. Se o cabo de energia não estiver plugado por completo ao interruptor ou se o fio estiver danificado, a TV pode ficar sem energia suficiente para transmitir uma imagem nítida.

Luz de fundo falhando

O problema de uma luz de fundo falhando é exclusivo das TVs de LCD. Ao contrário das CRT e plasma, os cristais líquidos que geram as imagens que você vê na tela não conseguem se iluminar. Ao invés disso, requerem uma iluminação traseira. Diodos emissores de luz, ou LEDs, e lâmpadas fluorescentes de cátodo frio, ou CCFLs, são os dois tipos de iluminação traseira usados em TVs de LCD. Quando estas luzes traseiras começam a falhar - depois de cerca de 50.000 horas assistidas para os LEDs com mais eficiência energética e entre 20.000 e 40.000 horas assistidas para CCFLs - um dos primeiros sintomas é uma oscilação clara da imagem. Trocar as luzes traseiras da TV resolverá o problema.

Interrupções de sinal

Se você tem uma CRT, LCD ou plasma, as imagens dependerão do sinal recebido. Se você tiver uma assinatura de TV a cabo ou por satélite, cheque os cabos coaxiais que conectam a antena ou decodificador externo ao receptor interno e à TV em si. Qualquer interrupção ou dano ao longo desses cabos degrada o sinal causando interrupções no vídeo, como oscilação, granulagem e congelamento de quadro. Se o problema persistir, dê um reset no receptor interno desconectando-o do cabo de energia por 30 segundos para forçá-lo a automaticamente procurar por atualizações do provedor, o que poderia reduzir os problemas de vídeo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível