O impacto negativo da Internet nos negócios

Escrito por dennis hartman | Traduzido por arthur mello
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O impacto negativo da Internet nos negócios
O impacto negativo da Internet nos negócios (PC image by laurent davaine from Fotolia.com)

Hoje em dia, uma enorme quantidade de negócios são feitos pela internet. Comprar ações, pagar impostos e comprar utensílios para casa, tudo isso pode ser feito pela Internet, normalmente a preços substancialmente menores. Mas em certas áreas ou situações, a Internet é simplesmente ruim para o negócio.

Outras pessoas estão lendo

Tijolos x cliques

Desde o final dos anos 1990, varejistas na Internet têm visto um rápido crescimento em seus negócios, tanto em termos de volume de consumidores quanto em total de vendas pela Internet. O que começou com somente alguns poucos produtos sendo vendidos pela Internet, chegou ao ponto de que praticamente tudo que pode ser comprado em uma loja (e algumas coisas que não podem) estão disponíveis para compra em algum lugar na Internet.

Claro, nem todas essas vendas pela Internet representam novos consumidores e dinheiro. A grande maioria vem às custas de vendedores tradicionais, que viram suas vendas caírem junto com o aumento das compras pela Internet. Para vendedores que mantém tanto espaços físicos de comércios ("tijolos") quanto lojas na Internet ("cliques"), a pressão está em encontrar o equilíbrio entre consumidores que preferem uma experiência de compra tradicional e aqueles que apreciam a conveniência de usar a Internet.

Novos competidores

A Internet também traz novos competidores para muitas áreas de negócios. Praticamente qualquer um possui a habilidade necessária para oferecer produtos ou serviços pela Internet, através de qualquer número de pontos de vendas, adicionando portanto, literalmente milhões de novos comerciantes ao mercado global. Para comércios anteriores a essa nova fase estes novos vendedores da Internet representam o desafio de reter os consumidores ou correrem o risco de serem tirados do mercado.

Além disso, a Internet remove restrições geográficas. Comprar localmente não é mais a única opção, e bens podem ser comprados de qualquer lugar. Pequenos negócios necessitam somente criar um site para expandir sua base de consumidores para qualquer um que tenha acesso à Internet, em vez de ficarem restritos por um mercado local ou regional.

Obsolescência

Certos produtos e serviços estão rapidamente se tornando obsoletos na era digital, incluindo corretores de ações, agentes de viagens e até os correios. Eles foram amplamente substituídos por sites de ações, viagens e e-mails, respectivamente. Enquanto algumas companhias observaram essas tendências antes que elas ocorressem e ofereceram serviços na Internet para ampliar o modelo de negócio, outras foram deixadas com uma base esgotada de consumidores.

A automação na Internet também acabou com diversos empregos. Como os negócios usam a Internet para simplificar e direcionar suas operações, há uma necessidade menor de força de trabalho. Para casos em que um sistema automatizado pode separar dados ou responder perguntas de clientes, o elemento humano é, às vezes, considerado desnecessário.

Segurança

Para todos os negócios conduzidos pela Internet, segurança e confidencialidade se tornaram as preocupações principais. Cada ano, milhões de dólares são gastos em esforços de segurança para garantir que as transações sejam seguras e que os consumidores se sintam confortáveis fazendo negócios pela Internet.

Além de transações diárias, grandes ameaças à segurança como hackers, vírus e o terrorismo digital significam que fornecer segurança na Internet traz gastos adicionais que simplesmente não existem em outro lugar. Brechas na segurança, como o tão divulgado roubo de dados de cartão de crédito em diversas ocasiões, levam os consumidores a questionarem a segurança de fazer negócios pela Internet, o que prejudica os negócios mais ainda, ao reduzir os níveis de confiança.

Produtividade perdida

Uma última maneira pela qual a Internet prejudica os negócios não envolve os negócios que acontecem na Internet. Em vez disso, está relacionada à perda de produtividade devida aos empregados usarem a Internet no trabalho. As estimativas variam, mas é consenso que os trabalhadores americanos gastam uma quantidade substancial do dia de trabalho deles respondendo e-mails pessoais, acompanhando eventos esportivos ao vivo e navegando na Internet. Durante a competição de basquete colegial da NCAA, o efeito da perda de produtividade dos empregados assistindo jogos de basquete é especialmente visível.

Até para cenários nos quais os empregados não estão equipados com computadores, a disponibilidade de Internet sem fio nos celulares e outros dispositivos móveis cria uma abundância de distrações que podem atrapalhar o tempo de trabalho. Muitos empregadores tomaram medidas para regular a utilização da Internet por seus empregados, mas preocupações com privacidade e legalidade retardam essas medidas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível