Como impedir o crescimento de pelos indesejados no queixo feminino?

Escrito por lisa sefcik | Traduzido por allan magalhães
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como impedir o crescimento de pelos indesejados no queixo feminino?
Se você está cansada de ter que lidar com pelos indesejados no queixo usando métodos temporários, está na hora de considerar opções definitivas (Amos Morgan/Digital Vision/Getty Images)

Se você está cansada de ter que lidar com pelos indesejados no queixo usando métodos temporários -- como pinças, barbeadores e depilações -- está na hora de considerar as opções que impedem que os pelos voltem a crescer de maneira definitiva. Existem várias maneiras de prevenir ou reduzir o crescimento dos pelos faciais, que não exigem gastos extras.

Outras pessoas estão lendo

Eletrólise

A eletrólise é a única maneira de se livrar permanentemente dos pelos indesejados no queixo. Esse tratamento é realizado por um eletrologista qualificado que combate cada pelo de maneira individual. Uma sonda bem fina (agulha) é inserida na pele até chegar ao folículo piloso, onde um choque elétrico é aplicado para matar a raiz do cabelo. Em seguida, o eletrologista utiliza uma pinça para remover o pelo morto.

Esse procedimento possui algumas desvantagens. A eletrólise pode ser dolorosa, e a pele ficará vermelha e inflamada após o tratamento. Alguns pelos voltarão a crescer, sendo necessário sessões adicionais com o eletrologista. A cobrança da eletrólise é feita por hora e pode variar de R$ 100 a R$ 250. Contudo, geralmente é necessário apenas uma hora para tratar uma pequena área da pele, como o queixo. Caso deseje a remoção permanente dos pelos, a eletrólise é a melhor opção.

Depilação a laser

Na depilação a laser, um feixe de laser é direcionado aos folículos pilosos na área tratada da pele para destruí-los através do calor. O tratamento de uma pequena área, como o queixo, pode levar apenas alguns minutos. Contudo, esse método de remoção dos pelos também possui algumas desvantagens.

A depilação a laser funciona melhor em mulheres com a pele clara e pelos escuros, segundo a Clínica Mayo. Os pelos sem pigmentação (cinzas ou brancos) ou claros não serão afetados. De acordo com a Laser Hair Journal, revista sobre depilação os candidatos ideais para esse método apresentam uma redução de 50% a 70% dos pelos após três sessões de tratamento. As sessões de manutenção são necessárias. A depilação a laser custa caro, variando entre R$ 300 a R$ 700 por sessão para tratar a área facial. Caso você não seja uma boa candidata para a depilação a laser, fale com o seu médico para obter mais informações.

Vaniqa e medicamentos prescritos

Pergunte sobre os tratamentos médicos disponíveis para mulheres que sofrem de hirsutismo, uma condição que resulta no crescimento dos pelos de maneira semelhante ao do homem, como excesso de pelos no queixo e no lábio. O médico poderá prescrever o creme tópico Vaniqa, que poderá ajudar na inibição do crescimento. Ele também poderá prescrever um medicamento oral antiandrógeno, como o espironolactona, caso você possua pelos em outras regiões do corpo.

O creme Vaniqa não funciona em todas as mulheres; os testes clínicos realizados antes da aprovação do medicamento revelaram que cerca de 58% dos participantes apresentaram redução nos pelos, enquanto 42% não apresentaram resultados. O Vaniqa não remove os pelos existentes. Ele age como um inibidor capilar, atuando depois da depilação ou raspagem. Podem ser necessários dois meses de uso até que a redução dos pelos seja percebida. Já que procedimentos cosméticos, como depilações, podem não ser cobertos por planos de saúde, os gastos com essas consultas médicas e medicamentos poderão sair do seu bolso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível