Gastronomia

A importância dos temperos

Escrito por mj knoblock | Traduzido por marina costa
A importância dos temperos

Especiarias

Spices 2 image by ostromec from Fotolia.com

"Especiarias" é um termo genérico usado para descrever subprodutos de ervas, os quais dão sabor e tratamentos estético, aromático e terapêutico à comidas, bebidas e outros itens. Tirados das folhas, flores, raízes, cascas ou nozes de uma planta, temperos geralmente são secos e moídos para serem misturados a outros ingredientes. Eles apelam aos cinco sentidos e influenciam culturas e sociedades, por meio da sua troca e de seu uso diário.

História

De mundanas a exóticas, o uso de especiarias data da Idade Média, com o uso de noz-moscada e alho, entre outras. O comércio de especiarias entre diferentes culturas e países, durante os séculos, tornou-se um meio de obtenção e ostentação de poder e influência, ao ponto de expedições serem enviadas para a descoberta de mais especiarias em outros lugares. À medida que elas eram descobertas, outros continentes também eram, como a América do Norte e a América do Sul, levando a eles exploração e comércio.

Características

A utilização de especiarias na comida e na bebida ressalta o sabor e o aroma de qualquer prato. Quer salgada, doce, forte ou suave, cada uma delas têm seu próprio mérito. O que fica gostoso ou não ao ser misturado, varia de acordo com o paladar. As culturas gravitam ao redor de especiarias nativas de suas terras de origem ou trazidas de outras. A Índia, por exemplo, apoia-se fortemente em sua produção de pimenta em grãos, que também são muito encontradas na culinária britânica.

Impacto visual

Especiarias mudam a aparência da comida e de outros produtos, realçando sua cor, como faz a pimenta. Podem mudar completamente a cor do prato, como fazem o açafrão e a páprica. Algumas são usadas na indústria têxtil, como o chá. Especiarias também mudam a textura das coisas, como o sal grosso e o açúcar salpicado em cima de lanches e sobremesas. Elas agem como agentes de conservação de carne e outros alimentos que, caso contrário, estragariam, como um mix de especiarias para conservas.

Função

Valorizadas por mais que apenas seu gosto e aparência, especiarias também merecem reconhecimento nutricional e medicinal, ainda que sejam, por vezes, mais conhecidas pelo seu uso como remédios caseiros do que como tratamentos reconhecidos pela medicina. O gengibre, por exemplo, é conhecido por ajudar na digestão. O alho é elogiado por auxiliar na memória e manter a saúde cardíaca. O açafrão é usado há tempos como um remédio caseiro contra resfriados e gripes. Um recente estudo feito pelo departamento de agricultura dos Estados Unidos (U.S. Department of Agriculture) sugeriu que o orégano é um poderoso antioxidante.

Importância

Algumas especiarias são tão aromáticas que não são usadas apenas em alimentos, mas também para realçar outros produtos. A canela, por exemplo, além de ser muito popular na aveia, nos doces e no café, também é um aroma básico em velas, aromatizantes de ar e loções hidratantes para as mãos. Outros itens, como a lavanda, são usados em incensos, óleos para banho e chás, por terem efeitos calmantes. Os odores pungentes de certas especiarias, como os do olíbano e da mirra, mostram-se como instrumentos de utilidade para cerimônias religiosas e rituais de sepultamento.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media