A importância da teoria das cores

Escrito por leslie rose | Traduzido por pedro santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A importância da teoria das cores
Teoria das cores (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

A teoria das cores é o conjunto dos conhecimentos da importância da cor no plano visual e de seu impacto sobre o observador. A teoria das cores é particularmente relevante para artistas como arquitetos, fotógrafos, decoradores de interiores, animadores, gravuristas e artistas gráficos. A teoria das cores é usada para reforçar o design e maximizar seu potencial.

Outras pessoas estão lendo

Teoria das cores básica

Existem três cores primárias (vermelho, amarelo, azul) e três cores secundárias (laranja, verde e roxo). As cores primárias são as cores que não podem ser produzidas com a mistura de outras cores e as cores secundárias são feitas quando se misturam cores primárias. O vermelho misturado com amarelo faz o laranja, o amarelo combinado ao azul forma o verde e o azul com vermelho forma o roxo.

Essas seis cores com frequência aparecem juntas na roda de cores nesta ordem: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, roxo e de volta para o vermelho). Isso coloca as cores quentes (vermelho, laranja e amarelo) em um lado da roda e as cores frias (verde, azul e roxo) no outro lado da roda de cores. Isso também coloca cada cor secundária entre as duas cores que foram utilizadas para criá-la. As cores que ficam opostas umas às outras na roda de cores são conhecidas como “cores complementares”. Cores complementares são conhecidas por serem opostas — tão diferentes umas das outras quanto o preto difere do branco. Cores complementares se destacam quando próximas umas às outras e são utilizadas com frequência juntas em designs gráficos básicos.

Através do sistema de teoria de cores, sabe-se que diferentes cores têm diferentes efeitos. Cores diferentes podem atrair os espectadores, conduzir o olho de quem observa pela superfície do objeto ou imagem e criar diferentes reações emocionais.

A importância da teoria das cores
Teoria básica das cores (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)

Coesão visual e equilíbrio

A teoria das cores proporciona a estrutura para artistas que estão escolhendo os esquemas de cores para uma nova pintura, fotografia ou esboço colorido. Para decoradores de interiores, que devem escolher uma paleta para mostrar a seus clientes, a teoria das cores é essencial para que se escolham cores que farão sentido em seu ambiente para atingir os objetivos do cliente.

Esquemas de cores coerentes tendem a ser derivados da roda de cores de um modo que é lógico e quase matemático em sua natureza. Por exemplo, um esquema de cores monocromático é um esquema de cores baseado numa única cor. Esquemas de cores complementares, por outro lado, são criados a partir de duas cores que ficam em posições opostas uma a outra na roda de cores por exemplo: azul e laranja). Um esquema de cores em tríade é criado quando se escolhem três cores de distância equivalente uma da outra na roda de cores.

A importância da teoria das cores
Coesão visual e equilíbrio (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)

Impacto emocional

As cores afetam as emoções das pessoas que as veem. Em geral, cores frias são cores de calma, tristeza ou paz, enquanto cores quentes são cores de paixão, agressividade ou excitação. As pessoas têm consciência disso até certo ponto, e quando veem uma imagem que utiliza um esquema de cores específico, compreendem o significado dessas cores.

Isso dá ao espectador a chance de interpretar o significado da imagem como o artista pretendia que ele fosse. Por exemplo, uma pintura preta e azul de uma criança de aparência sombria pode significar para um espectador depressão, introversão, isolamento e tristeza. Se essa mesma criança de aparência taciturna for pintada com rosas, laranjas, vermelhos e amarelos vívidos, pode adquirir um significado inteiramente diferente para o espectador da obra. O retrato da criança pode ser irônico, até mesmo engraçado, dependendo do modo como o artista trata a imagem.

A importância da teoria das cores
Impacto emocional (Darren McCollester/Getty Images News/Getty Images)

Simbolismo pessoal

Artistas que compreendem a teoria das cores, que a utilizam a seu favor e que ficam confortáveis com a noção de que a cor é uma ferramenta como qualquer outra provavelmente começarão a desenvolver seus próprios sistemas de cores. Eles desenvolvem cores personalizadas pelas quais se sentem atraídos, que utilizam com frequência e que acabam tendo um significado pessoal. Alguns artistas atribuem até mesmo significados específicos a cores específicas, do mesmo modo que fariam com qualquer outro símbolo. Isso ajuda o artista a se tornar mais expressivo e a desenvolver maiores níveis de significado em suas criações.

A importância da teoria das cores
Simbolismo pessoal (Sean Gallup/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Melhores práticas

Como regra, qualquer artista bidimensional que escolha cores arbitrariamente de uma paleta sem pensar em seu significado e seu impacto no plano da pintura provavelmente produzirá um produto mais fraco do que alguém que estuda a teoria das cores e a utiliza a seu favor. Em alguns casos (por exemplo, design de interiores), desconsiderar a teoria das cores pode ser desastroso.

Apesar de ser possível criar um trabalho tecnicamente impressionante sem levar a teoria das cores em conta, a cor impacta no observador de modos perceptíveis e imperceptíveis por ele. Usar a teoria das cores para aprimorar uma imagem pode ajudar e não usar cor pode prejudicar o trabalho. Assim, estudar a teoria das cores é uma das melhores práticas para qualquer artista.

A importância da teoria das cores
Melhores práticas (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível