×
Loading ...

Como incluir enteados em uma árvore genealógica

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Algumas pessoas podem pensar que os enteados não devem ser incluídos em uma árvore genealógica, já que isso interfere na ascendência autêntica denotada pela árvore, porém não é bom deixar de fora as pessoas que, mesmo não sendo parentes de sangue, são membros queridos da família. A inclusão dos enteados demonstra que eles são uma parte essencial da família. As instruções a seguir começam a partir da geração dos avós, embora os parentes mais distantes também possam ser mencionados.

Instruções

Mike e Carol Brady não deixariam de fora da árvore genealógica os filhos de outro casamento (family tree image by Judy Ben Joud from Fotolia.com)
  1. Inclua os nomes dos avós paternos no lado esquerdo da árvore genealógica.

    Loading...
  2. Escreva os nomes dos avós maternos no lado direito da árvore genealógica.

  3. Anote os nomes do pai e dos tios paternos abaixo dos nomes dos avós paternos. O pai deve ficar do lado direito da lista.

  4. Inclua os nomes da mãe e dos tios maternos abaixo dos nomes dos avós maternos. A mãe deve ficar do lado esquerdo da lista.

  5. Identifique os cônjuges ao lado dos nomes dos tios.

  6. Acrescente o nome do novo cônjuge da mãe, se for o caso, ao lado dela e rotule-o como "padrasto".

  7. Escreva o nome da nova esposa do pai, se for o caso, ao lado dele e rotule-a como "madrasta".

  8. Anote os nomes dos filhos do pai e da mãe logo abaixo.

  9. Acrescente os nomes dos filhos dos novos cônjuges diretamente abaixo do nome da madrasta ou do padrasto e classifique-os como "irmão adotivo" ou "irmã adotiva".

  10. Inclua os nomes dos filhos do casal e classifique-os como "meio-irmão" ou "meia-irmã."

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...