Infecções pós cirúrgica de reposição de ombro

Escrito por iva gutowski | Traduzido por juliana néris nakanejo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Infecções pós cirúrgica de reposição de ombro
Não lavar as mãos apropriadamente antes de tocar no ombro pode aumentar suas chances de obter uma infecção. (Jupiterimages/Pixland/Getty Images)

Infecções pós cirúrgica de reposição de ombro ocorrem em aproximadamente 10 porcento dos paciente que realizam esse procedimento. Condições estéreis apropriadas e cuidado pós-cirúrgicos diminuem significantemente o risco de adquirir este problema.

Outras pessoas estão lendo

Causas

Após qualquer procedimento cirúrgico, uma diminuição do sistema imunológico é normal, devido ao estresse e dor. Internações hospitalares prolongadas, cuidados não estéreis do local da cirurgia, e não lavar as mãos apropriadamente antes de tocar no ombro podem aumentar suas chances de obter uma infecção.

Infecções possíveis

As bactérias mais comuns que causam infecção pós-cirúrgica são os Staphylococcus aureus e Streptococcus do grupo A. Ambas as infecções podem se tornar severas rapidamente se não tratadas com antibióticos.

Sintomas

Sintomas de infecção após a cirurgia de reposição de ombro mais comuns são: vermelhidão ao redor da área de incisão, inchaço, sensibilidade ao toque e febre. Se você tiver algum desses sintomas, deve entrar em contato com o médico assim que possível.

Diagnóstico

Diagnóstico é simples para infecção adquirida após a cirurgia de reposição de ombro. Seu médico deve pedir exame de sangue completo, que vai dizer se você tem infecção e permitirá que ele escolha o melhor antibiótico para o tratamento.

Tratamento

Os antibióticos mais comuns usados após a cirurgia de reposição de ombro são a vancomicina, piperacilina e tazobactam combinados, ceftriaxona e levofloxacino. Eles são antibióticos relativamente fortes e podem ser tomados via oral ou IV.

Prognóstico

Quando a infecção é detectada rapidamente, o prognóstico é muito bom. Os antibióticos geralmente são muito efetivos contra essas infecções, e os sintomas diminuem em 24 horas. As infecções levam em torno de 10 dias para serem curadas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível