on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

A influência da música na vida das pessoas

Segundo o livro The Origins of Music (A origem da música), editado por Nils Lennart Wallin, Björn Merker e Steven Brown, todas as culturas humanas conhecidas, do presente e do passado, têm ou tiveram alguma forma de música. Isso sugere que ela tem um papel vital e, provavelmente, importância evolutiva para a espécie. Conclusões recentes da ciência confirmam essa hipótese, mostrando que a música altera as emoções, trata doenças e promove o desenvolvimento das funções cognitivas.

A música tem grande importância para a humanidade (Jeff Randall/Digital Vision/Getty Images)

Emoções

Um estudo constatou que mais de 80% dos adultos têm respostas físicas à música, como palpitações, risadas ou lágrimas. Outro mostrou que, quando as pessoas percebem certa emoção em uma música, como felicidade, medo, tensão ou tristeza, suas funções fisiológicas se alteram para produzir aquela emoção. Por exemplo, ocorrem mudanças no ritmo respiratório e nos batimentos cardíacos. Pesquisas posteriores concluíram que a música pode alterar significativamente as emoções e o humor.

Loading...

Psicologia

Vários estudos demonstram que uma consequência dos efeitos da música sobre as emoções são seus resultados nos estados psicológicos. Uma pesquisa constatou, por exemplo, que ela reduz a ansiedade, o estresse e a depressão em mulheres grávidas. Outro, que estudantes de grande sucesso acadêmico combatem a depressão ouvindo música do estilo heavy metal.

Cérebro

Ouvir e, mais ainda, praticar música tem uma série de efeitos no cérebro e na cognição. Por exemplo, melhora a atenção, a concentração, a capacidade de raciocínio e a memória. Não se sabe com exatidão como e por que isso acontece, mas a neurocientista Norman M. Weinberger, da Universidade da California, acredita que a música tem uma base biológica e o cérebro tem uma organização funcional para ela. Por isso, o psicólogo Steven Pinker sugere que a música tem a função evolutiva de promover o desenvolvimento das habilidades cognitivas humanas.

Musicoterapia

Devido aos efeitos emocionais e cognitivos da música, foi desenvolvida a musicoterapia, técnica que auxilia no tratamento de doenças e transtornos psicológicos variados por meio dos elementos da música. Ela já foi usada para tratar, por exemplo, transtorno de déficit de atenção (TDA), depressão, ansiedade social e problemas motores.

Exercícios

Um estudo mostrou que ouvir música durante a prática de exercícios aumenta o desempenho em cerca de 15%, além de aumentar a sensação de bem-estar proporcionada pela atividade física.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...