Informações sobre comida italiana

Escrito por isobel washington | Traduzido por ana carolina cardoso bedenik
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Informações sobre comida italiana
Típico prato italiano (Photos courtesy of flickr.com/creativecommons)

A cozinha italiana tem ocupado por muito tempo uma posição estimada no mundo da culinária internacional, sendo comparada nesse nível à cozinha francesa. A autêntica cozinha italiana é diferente do que os americanos identificam como sendo italiana. Ela varia de região para região na Itália, entretanto tem características que permitem colocar as variedades regionais em um mesmo grupo, distinguindo-a de outras cozinhas mediterrâneas.

Outras pessoas estão lendo

Carnes

Comida italiana não é a melhor opção para vegetarianos, uma vez que as carnes tem um importante papel nos almoços e jantares de todas as regiões da Itália. Carne de porco e linguiça são protagonistas na cozinha italiana, principalmente nas regiões da Úmbria (Umbria), Basilicata, Marcas (Le Marche) e a região do norte, conhecida pelo seu bacon. As comidas da Sardenha geralmente incluem leitão e javali. Mais para o interior do país, carne de carneiro e cordeiro são populares. Mas é por curar a carne que os italianos são famosos, e estas, chamadas salumi em italiano, são um alimento básico no país todo. Todas as carnes - de vaca, cabra, porco e vitela - são encontradas na forma curada. Salgadas, defumadas e secas, elas começaram como um método de conservação de comida, e desde então desenvolveram-se técnicas e sabores que a tornaram o maior componente da comida italiana. O salumi tem duas categorias: aqueles vindo de um corte inteiro de carne, como o presunto comum e o presunto de Parma, e aqueles vindos de carne moída, cortada ou fatiada, como linguiças e salami.

Informações sobre comida italiana
Carnes italianas

Massas, pães e grãos

Massas e pães variam regionalmente na preparação e nos ingredientes, mas esses alimentos constituem a parte principal das refeições italianas. A região da Emília-Romanha é conhecida como a capital da massa do norte da Itália, onde a mesma farinha é também usada para produzir pães. Lasanha, tortellini e tagliatelle são massas conhecidas que se originaram na Bolonha. Massas mais pesadas são encontradas na região do Lácio. O risoto não é uma massa, mas é um prato tradicional de arroz que é principal na região da Lombardia. Ele aparece em pratos italianos de todo o país. Pães e massas são servidos em grandes porções durante o almoço e o jantar na italia, e a reputação da cozinha italiana de ser "pesada" pode ser atribuída a esses alimentos, além do fato de prevalecerem em seu preparo os ingredientes creme e manteiga.

Informações sobre comida italiana
Região litorânea na Itália

Peixes e frutos do mar

A versão americana de comida italiana geralmente não possui peixe ou frutos do mar. Entretanto, devido ao fato de estarem situados no Mediterrâneo, os italianos incorporam à sua dieta tantos frutos do mar quanto os gregos. A comida sardenha geralmente inclui uma abundância de marisco, atum, lula e outros peixes, assim como as refeições costeiras da região das Marcas. Ostras e mexilhões são acompanhamentos predominantes nos pratos de cidades litorâneas. Peixes de água doce também são encontrados na cozinha de regiões como a Úmbria, onde enguia, barbilhão, peixe branco e poleiro de água doce são componentes comuns dos pratos.

Informações sobre comida italiana
Queijo italiano: uma especialidade

Queijo

Queijo é o orgulho dos italianos tanto quanto é para os franceses. A Itália produz uma variedade de diferentes queijos, que, assim como na França, são nomeados de acordo com a região ou cidade em que são produzidos, e muitos deles ganharam o rótulo "Denominazione di Origine Controllata" (Denominação de Origem Controlada). A região da Campanha é famosa pela produção de mussarela em uma versão que usa leite de búfala. Alguns queijos da região da Lombardia incluem gorgonzola, taleggio, robiola e crescenza. O queijo Parmigiano Reggiano (do qual é derivado o parmesão) é muito consumido e é produzido nas regiões de Emilia, Parma, Modena e Bolonha.

Azeite de oliva e ervas

A comida italiana inclui azeite de oliva e ervas frescas. A maior parte das regiões produz azeite de oliva, mas a maior produção está em Apúlia (Puglia). As azeitonas de Leccino, Moraiolo, Frantoio e Pendolino são usados para produzir azeite na região da Toscana. Salsa, sálvia, alho e manjericão são algumas das ervas predominantes na cozinha italiana. Açafrão também é um muito apreciado. Influências judaica, árabe, francesa, austríaca, grega, entre outras, estão refletidas no uso de ervas e temperos na cozinha italiana.

Vegetais

No país todo, os italianos priorizam o uso de hortifrútis frescos na cozinha. O solo da Itália varia do norte ao sul, e possui regiões montanhosas, vulcânicas e costeiras, afetando a quantidade e os tipos de colheitas. Tomates, pimentões, brócolis e espinafre são vegetais fundamentais. Berinjela, cebola, aspargo e feijões também são muito usados na cozinha italiana.

Outras comidas italianas

Por ser algo muito regional, a autêntica comida italiana é difícil de ser resumida em uma lista concisa. Além das comidas italianas comuns listadas acima, polenta (feita de farinha de milho), frutos de casca rija e pimentas (tipo "peperoncini") também são comidas comuns na cozinha italiana. Manteigas, cremes, queijos, tomates, alho-poró e uma longa lista de outros ingredientes contribuem com o amor dos italianos por molhos e sopas. Sobremesas (biscoitos, bolos e strudel), café expresso e vinho são uma parte importante das refeições na Itália. Ao contrário da crença popular, a Itália supera a França como o maior produtor de vinho no mundo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível