Informações sobre o uso de hidroxizina para tratar alergias em cães

Escrito por adrienne farricelli Google | Traduzido por giovana moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Informações sobre o uso de hidroxizina para tratar alergias em cães
Cães que se coçam muito têm alergias (Ronja 5 image by Nadine Wendt from Fotolia.com)

Quando alergias afetam os cães, seus sistemas imunológicos rapidamente reagem ao liberar uma substância conhecida como histamina. Depois de sua liberação, essa substância provoca uma reação inflamatória, causando o inchaço visível, a coceira e outros sintomas tipicamente associados a uma reação alérgica. Uma das melhores formas de combater essa reação é usar anti-histaminas específicos. A hidroxizina é uma medicação anti-histamina eficiente, comumente usada livremente na medicina veterinária para tratar condições alérgicas em cães.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

A hidroxizina, também conhecida pelo nome da marca Atarax, é um medicamento anti-histamina obtido com uma prescrição do veterinário. Ela é geralmente prescrita para tratar sintomas alérgicos, como coceira, atopia e dermatite em cães. Embora a Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos não aprove o uso desse medicamento em animais, os veterinários o prescrevem legalmente como um remédio "extra-indicação". A hidroxizina está disponível em comprimidos de diferentes sequências, como xarope oral ou como uma concentração injetável.

Função

Quando o corpo de um cão libera a histamina como resposta a uma alergia, ela se fixa em receptores específicos. Tipicamente, dois tipos de receptores de histamina podem ser encontrados: o H1 e o H2. Quando a histamina se fixa nos receptores H1, que afetam os pequenos vasos sanguíneos e os músculos lisos, inchaço de tecidos e coceira podem ocorrer, bem como dificuldades respiratórias. Quando a histamina se fixa nos receptores H2, há um aumento da taxa cardíaca e da produção de ácido no estômago. A hidroxizina trabalha, principalmente, inibindo o efeito da histamina nos receptores H1, reduzindo significantemente o inchaço e a coceira.

Dosagem

Os comprimidos de hidroxizina geralmente vêm em sequências de 10 mg, 25 mg, 50 mg e 100 mg. A dose geral para cães é de 1 mg a cada 0,5 kg de peso corporal, administrada oralmente, duas a três vezes por dia, de acordo com o Dr. Dawn Ruben, no website PetPlace.com. A duração da terapia varia de acordo com a condição que está sendo tratada, a resposta do cão ao tratamento e o desenvolvimento de quaisquer efeitos adversos. A hidroxizina deve ser administrada ao cão conforme o prescrito, e sempre sob a orientação e conselho profissional de um veterinário licenciado.

Avisos

Como qualquer medicação, a hidroxizina pode provocar uma série de efeitos colaterais em cães. Os mais comumente observados são a sedação, letargia, irritação estomacal com vômito e diarreia e perda de apetite. Cães que sofrem de glaucoma, doença nos pulmões ou coração, aumento de próstata ou pressão alta, não devem tomar esse medicamento. Cães com alergias conhecidas ou hipersensibilidade à hidroxizina devem evitá-lo também. A hidroxizina também é conhecida por interagir bem com medicamentos barbitúricos, tranquilizantes e epinefrinos.

Efetividadde

Tipicamente, a hidroxizina é bem absorvida pelo corpo do cão, e leva cerca de 20 a 45 minutos para começar a fazer efeito. Geralmente, um medicamento como a hidroxizina deve ser administrado num período de sete a dez dias para julgar sua efetividade antes de tentar outro anti-histamina. As taxas de sucesso variam de cão para cão, e, geralmente, o uso de anti-histaminas sozinhos é capaz de proporcionar alívio da coceira em cerca de 20% a 40% dos cães. Em muitos casos, a hidroxizina pode precisar ser combinada com um medicamento corticosteroide, e geralmente faz efeito em cães por um período de seis a oito horas, de acordo com a veterinária Barbara Forney, no website Wedgewood Pharmacy.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível