Ingredientes do óleo de mirra para cabelos

Escrito por kimberly caines Google | Traduzido por fernanda lemi
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Ingredientes do óleo de mirra para cabelos
O óleo de mirra para cabelos pode se tornar parte da sua rotina de cuidados. (woman brushing hair image by forca from Fotolia.com)

O óleo de mirra para cabelos tem sido utilizado na Índia por mais de cinco mil anos. Esse óleo para cabelos orgânico (o qual dizem estimular o crescimento dos cabelos), totalmente natural, pode ser utilizado por pessoas de todas as idades e etnias. O óleo de mirra pode ser aplicado como uma máscara para cabelos noturna ou durante uma massagem no couro cabeludo. Você também pode passar o óleo nos cabelos como se estivesse aplicando um gel. Veja os ingredientes principais do produto para entender como o óleo de mirra funciona.

Outras pessoas estão lendo

Eclipta alba e óleo

A Eclipta alba, também conhecida como agrião-do-brejo, é um dos ingredientes principais no óleo de mirra para cabelos. Essa planta anual é típica dos trópicos e faz parte da família dos girassóis. Acredita-se que ela possui propriedades terapêuticas que estimulam o sistema imunológico. A Eclipta alba, combinada com óleo mineral, forma uma mistura. Dizem que essa mistura promove o crescimento dos cabelos quando aplicada ao couro cabeludo, além de mantê-los escuros e lustrosos.

Cardiospermum halicacabum

A Cardiospermum halicacabum, também conhecida como balãozinho, é um dos ingredientes principais do óleo de mirra para cabelos. É uma planta tropical trepadeira encontrada na Ásia e na África. As raízes das folhas dessa planta são frequentemente utilizadas na medicina. Acredita-se que o suco das folhas ajuda em dores de ouvido, e que colocar as folhas sobre tumores e inchaços causa melhoras. Apesar de não ser clinicamente comprovado, as pessoas nos trópicos utilizam Cardiospermum halicacabum para fazer óleos para ajudar crianças com problemas respiratórios.

Centella asiatica

A Centella asiatica, também conhecida como centela, tem sido usada como uma erva medicinal durante séculos para melhorar a circulação, tratar problemas de pele como a psoríase e revitalizar o tecido conjuntivo. A Centella asiatica também tem sido usada em produtos anti-idade.

Bacopa monnieri

A Bacopa monnieri, também conhecida como brahmi, tem sido usada na medicina Ayurvédica durante séculos como um estimulador da memória e como tratamento para a epilepsia. Na Índia, o uso da erva é popular no tratamento de problemas de pele, entorses, anemia, diabetes, fraturas e asma. A erva cresce principalmente na Índia, Sri Lanka, Nepal e Vietnã.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível