Saúde

Injeção de tratamento para dirofilariose

Escrito por angela brady | Traduzido por paula belchior
Injeção de tratamento para dirofilariose

Os mosquitos transmitem vermes de cão para cão

mosquito image by Daniel Wiedemann from Fotolia.com

Os vermes são parasitas que nadam na corrente sanguínea quando jovens e vivem no coração quando adultos. À medida que os jovens amadurecem, eles transferem-se para mosquitos que se alimentam do cão infectado, onde vivem temporariamente até que mosquito pique outro cão. Os juvenis, em seguida, transferem-se para o novo cão, onde migram para o coração e amadurecem em adultos de 15 cm. Se deixada sem tratamento, uma infestação por dirofilariose pode eventualmente entupir o coração do animal e causar a morte. O tratamento mais comum é uma combinação de immiticide e ivermectina.

Outras pessoas estão lendo

Ivermectina

A fase inicial do tratamento de dirofilariose envolve a eliminação dos juvenis que circulam na corrente sanguínea para impedi-los de substituir os adultos. Os medicamentos à base de ivermectina são as drogas mais eficazes para matar as microfilárias e podem ser administradas por via oral ou intravenosa. Várias injeções de ivermectina são geralmente administradas antes que o tratamento possa começar para os vermes adultos, mas os métodos mais recentes envolvem a administração por até três meses no valor de um injeção preventiva baseada em ivermectina. A vantagem desse método é que o medicamento é administrado por via oral, por isso, os proprietários podem fazê-lo em casa, e as chances de uma reação à ivermectina são muito reduzidas.

Immiticide

A immiticide é a única droga que pode matar vermes adultos, e é habitualmente injetada no músculo ao longo da coluna, em três doses separadas. De acordo com a Merial, fabricante da droga, o tratamento completo pode ser alcançado em duas doses bem cronometradas. Alguns veterinários, no entanto, acreditam que isso faz com que muitos vermes morram de uma só vez, o que pode levar ao choque do sistema.

Benefícios

A principal vantagem da abordagem de duas drogas é que a doença pode ser totalmente erradicada dentro de um mês, em oposição a dois anos de tratamento somente com ivermectina. O protocolo aceito atualmente também mata gradualmente o suficiente para evitar o choque, ao contrário do tratamento com milbemicina oxima.

Riscos

Nenhum tratamento de combate à dirofilariose é livre de riscos. Essas injeções são dolorosas, e, de acordo com o site "Veterinary Partner", 30% dos cães experimentam algum tipo de reação no local da injeção. Os efeitos colaterais podem incluir tremores, fraqueza, letargia, vômitos e problemas respiratórios e devem ser relatados ao seu veterinário imediatamente. A ivermectina não deve ser dado a Collies ou suas misturas, pois pode causar reações fatais.

Alternativas

A milbemicina oxima (sentinela) é outro preventivo mensal contra a dirofilariose que pode ser utilizado para matar microfilárias, mas pode matá-las rapidamente. Muitos parasitas mortos flutuando no sangue, ao mesmo tempo, podem causar um tipo de choque tóxico e pôr em perigo a vida do cão. Existe um número de tratamentos de dirofilariose com ervas não prescritas no mercado, e, embora alguns deles possam, de fato, expelir algum dos vermes, nenhum curou comprovadamente uma infecção.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media