Educação e ciência

Instrumentos antigos de escrita

Escrito por ann duncan | Traduzido por alan cristie
Instrumentos antigos de escrita

Instrumentos antigos de escrita eram usados para documentar a vida, a história e a cultura

Comstock Images/Comstock/Getty Images

De lápis a canetas tinteiro, nossos instrumentos modernos de escrita evoluíram substancialmente de ferramentas usadas pelos homens das cavernas para entalhar imagens nas paredes. Inventada no ano de 198, Laszlo Jozef Biro impressionou seus contemporâneos com a caneta esferográfica ostentando um reservatório interno de tinta. Agora indispensável na maioria dos escritórios e lares, é fácil esquecer da longa e experimental história dos instrumentos de escrita.

Outras pessoas estão lendo

Pedras afiadas

Dentre os instrumentos de escrita mais antigos documentados, as pedras afiadas foram usadas pelo povo pré-histórico para gravar símbolos dentro de cavernas e em pedras. O jornal "Times of India" observa que as escavações nas cavernas indianas em 2009 revelaram petróglifos de até o período mesolítico, datado de 3 a 5 mil anos atrás. Materiais de rocha tipicamente manufaturados em ferramentas incluíam a obsidiana, devido a sua tendência de quebrar em pedaços afiados, juntamente com a calcedônia e o sílex. Além de funcionar como instrumentos de escrita, as ferramentas de pedra marcaram uma revolução na tecnologia pré-histórica, usadas pelos homens das cavernas para caçar e como armamento.

Juncos

A escrita era uma técnica essencial usada pelos antigos egípcios para documentar sua religião e política. O site ancientecypt.co.uk observa que eles produziram pergaminhos de escrita a partir de um junco conhecido como papiro, que seria rasgado, misturado e seco. Tais pergaminhos eram usados para escrever diversos manuscritos, incluindo hieróglifos. Para escrever nos pergaminhos, os escribas também usavam os juntos, que seriam cortados na ponta para produzir um bico. A escrita envolvia umedecer o bico com água e revestir de pigmento.

Cera

Tábuas de cera eram comumente usadas pelos romanos nas escolas para escrever mensagens. Essas eram frequentemente moldadas a partir de pedaços grossos de madeiras, esculpidas em uma forma circular e cobertas de cera. O benefício de usar cera é que ela podia ser amaciada para apagar erros ou usar novamente. A BBC observa que os romanos escreviam nas tábuas usando um estilete, um fino instrumento de escrita de metal similar a uma caneta.

Canetas de Pena

Típico instrumento de escrita do século XVIII, canetas de pena eram essencialmente penas de voo rigidamente torcidas. A Jane Austen Society of Australia observa que as mais robustas penas eram retiradas de perus, cisnes ou gansos, enquanto que as penas de corvos ou gralhas eram usadas para escrita fina. Para construir os bicos, as penas deveriam ser cortadas a um comprimento de 1,27 cm a 1,90 cm e rasgada a penugem mais próxima da ponta. Em alguns casos, as penas seriam inteiramente removidas para produzir um instrumento similar em aparência a um palito. Para os destros, as penas seriam desenvolvidas a partir das penas da asa esquerda, e para os canhotos, seriam usadas as penas da asa direita.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media