Instrumentos de corda de música barroca

Escrito por tia shamoon | Traduzido por ninah coracini
Instrumentos de corda de música barroca
As harpas eram às vezes usadas em conjuntos barrocos (hands play instrument harp string music image by Paul Retherford from Fotolia.com)

A palavra "barroco" significa "pérola irregular, deformada ou imperfeita". Ela é usada em associação com a arquitetura e a música da Europa Ocidental entre os anos de 1600 e 1750. Famosos compositores barrocos como Johann Sebastian Bach, George Frideric Handel e Arcangelo Corelli são apenas alguns dos que compuseram música especialmente para os instrumentos utilizados durante o período barroco. Instrumentos dessa época consistiam de instrumentos de sopro, de cordas e teclados. Os de cordas do período barroco utilizavam cordas de tripa, diferenciando-os dos instrumentos modernos desse tipo, que usam metal.

Família dos violinos

Dois importantes instrumentos incluídos na família do violino durante o período barroco foram a viola da gamba (antecessora do violoncelo) e a viola pomposa. A viola da gamba era uma viola-baixo tocada entre os joelhos com um braço com trastes normalmente com seis ou sete cordas graves longas. A viola pomposa era menor, tinha cinco cordas e era tocada debaixo do braço. Foi usada na música barroca para as passagens altas do violoncelo.

O alaúde

O alaúde tem um longo pescoço que contém cordas graves para dar um som mais profundo. Ele tem duas caixas de cravela com oito cursos na caixa principal e cinco na segunda caixa no pescoço curvado do instrumento. A teorba é um alaúde baixo que surgiu na França. Abriga 14 cursos de cordas, em vez dos 13 do alaúde. Outras variações da teorba são o chitarrone e o archlute.

A harpa

As harpas utilizadas durante o período Barroco tinha duas fileiras de cordas que produziam quatro oitavas e ficavam posicionadas verticalmente para o tampo. A harpa barroca evoluiu a partir de notas diatônicas para incluir notas cromáticas, tornando-se a harpa tripla. Ela continha duas linhas fora diatônicas de cordas com uma linha dentro de notas cromáticas. A harpa utilizada nesta época poderia ser arqueada, angular, ou enquadrada. Todas eram de uma forma triangular e ajustadas a uma escala de C-plana.

Outros

A lirone, ou lira da gamba, era popular na Itália durante o fim do século 16 e por todo o século 17. É um instrumento de cordas friccionadas e tocada entre as pernas, como o violoncelo. Pode ter entre nove e 14 cordas e era tocada para os picos emocionais em música dramática. Os jesuítas favoreciam a lirone nas igrejas católicas. A cítola usava fios de aço e bronze e tinha quatro conjuntos de cordas e era usada em baladas e música folclórica. A pandora era um instrumento popular inglês usado como um contrabaixo com sete conjuntos de cordas.