Como a insulina controla os níveis de glicose no sangue?

Escrito por susanna perkins | Traduzido por max jahnke
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como a insulina controla os níveis de glicose no sangue?
Exame de glicose (http://www.flickr.com/photos/alishav/3535031488/)

Outras pessoas estão lendo

Insulina e glicose

Depois que as pessoas comem ou bebem, o alimento é digerido. Alguns deles entram na corrente sanguínea dentro de 15 minutos, como a glicose, ou açúcar. Alguns são armazenado nos tecidos do fígado e dos músculos, como o glicogênio, e tudo que sobra se torna gordura. Como o sangue circula através do corpo, o hormônio insulina ajuda a mover as moléculas de glicose a partir das células vermelhas do sangue para outras células. Os órgãos, músculos, nervos e tecidos esqueléticos precisam de glicose para funcionar, mas quando as moléculas de glicose se movem em células de gordura, a energia é armazenada simplesmente como mais gordura.

A insulina é a chave

As células dos órgãos humanos ficam contidas em uma camada bi-lipídica que as protege. Certas moléculas pequenas, como o oxigênio, podem se mover facilmente através desta membrana celular, mas moléculas maiores, como a glicose, precisam de um pouco de ajuda. Com a proteína transmembranar correta, ou a chave, a célula abre um canal que permite que a molécula passe através dela. A chave para a transferência da glicose é a insulina.

Insulina

Quando a glicose entra na corrente sanguínea, o pâncreas secreta insulina, que fecha os locais receptores específicos de insulina na célula. Este envia uma mensagem para a célula para aumentar as proteínas transportadoras de glicose, que abrem um canal de modo que a glicose possa entrar na célula. Quando as células removem a glicose da corrente sanguínea, os níveis de glicose no sangue são reduzidos e a produção de insulina no pâncreas diminui.

Problemas de insulina

Se você não produz insulina suficiente, como no diabetes tipo 1, as células não podem obter a energia que precisam porque há insulina insuficiente presente para desbloquear o canal na parede da célula. Se você tem diabetes tipo 2, pode ter abundância de insulina, mas como é resistente a ela, as células não absorvem a glicose de forma eficiente.

Solução

A solução para as pessoas com diabetes tipo 1 é tomar insulina, através de injeções ou de uma bomba de insulina. Diabéticos do tipo 2 podem melhorar seus níveis de glicose no sangue de duas maneiras: diminuindo o excesso de glicose na corrente sanguínea após as refeições ou reduzindo a resistência à insulina através da modificação da dieta, exercício e medicação.

Sensibilidade à insulina

É importante para os diabéticos do tipo 2 aumentarem a sensibilidade à insulina. Conforme você se torna mais resistente à substância, ela faz com que você armazene mais energia em forma de gordura. Quanto mais gordura armazenada, maior a resistência à insulina. A obesidade é o fator mais previsível no desenvolvimento de diabetes tipo 2 e resistência ao hormônio é ao mesmo tempo um resultado e uma causa de excesso de peso.

Impacto da insulina

Quando você se torna mais sensível à insulina, seu corpo pode usar a glicose disponível de forma mais eficiente, seus níveis de glicose no sangue se manterão mais facilmente dentro dos parâmetros normais e você pode — e deve — perder peso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível