Mais
×

Como interpretar o mito grego da caixa de Pandora

Atualizado em 20 julho, 2017

De acordo com a mitologia grega, Pandora foi a primeira mulher a existir. Para se vingar de Prometeu, que roubou o fogo dos deuses, Zeus deu a Pandora uma caixa que continha todos os males do mundo. Tentada pela curiosidade, Pandora abriu a caixa, e todo o seu conteúdo imediatamente se espalhou pelo mundo. Assustada, ela fechou a caixa, deixando apenas a Esperança dentro. Como a maior parte dos mitos, o de Pandora busca explicar a origem de um aspecto do mundo.

Instruções

Diz a lenda que a caixa de Pandora continha todos os males do mundo (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)
  1. Pense no mito como um sistema de crença. As pessoas que contam essa história acreditam nela até certo ponto e também acreditam que ela tenha sido importante, do contrário, a lenda não teria sido tão repetida, escrita e contada até hoje.

  2. Pense no mito como uma forma de explicar algo sobre o mundo. Em culturas pré-científicas, eles eram muito usados para explicar coisas que as pessoas não compreendiam. Se analisada sob a perspectiva de um mito de origem, essa história explica a presença do mal no mundo. De acordo com as crenças gregas, o mal existe porque Pandora abriu a caixa que Zeus lhe deu.

  3. Analise o mito como uma fábula que traz uma moral. A função dos mitos é instruir, e o de Pandora não é exceção. Na história, coisas ruins acontecem porque ela sucumbiu à curiosidade e abriu a caixa, mas, se tivesse resistido à tentação e não mexido nela, os males não teriam escapado. A moral da história faz mais sentido se levarmos em conta que, na cultura grega da época, a obediência era uma virtude feminina. Esse pode ser o motivo pelo qual a curiosidade de Pandora foi tão punida, apesar de ser compreensível hoje em dia.

  4. Leia o mito como uma história, afinal, em termos de significância histórica e narrativas complexas, é isso que eles são, no fundo. Eles eram contados para entreter as pessoas. Ao interpretar um mito, use as técnicas que usaria para qualquer outro tipo de literatura para ajudar a compreender seu significado.

Dicas

  • Leia o texto diversas vezes. Na primeira vez que lemos algo, naturalmente nos concentramos no que acontece, mas, ao ler uma segunda vez, é mais fácil observar detalhes de significados ou notar algumas escolhas de palavras que jogam uma nova luz sobre a interpretação do mito.

Aviso

  • Quando for interpretar o mito, baseie-se em análises textuais ou fatos, pois ao interpretar qualquer tipo de literatura para fins de trabalhos escolares, é preciso justificar as colocações feitas.
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article