Como interpretar resultados de FTIR com o poliestireno

Escrito por michael judge | Traduzido por pedro henrique braga
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como interpretar resultados de FTIR com o poliestireno
FTIR é comumente usado em laboratórios analíticos (George Doyle/Stockbyte/Getty Images)

Laboratórios têm usado o poliestireno (PS) como referência e padrão de calibração para espectroscopia de infravermelho (IR) por décadas. Embora isso nem sempre seja necessário, o PS também pode ser usado para calibrar instrumentos de espectroscopia de infravermelho por transformada de Fourier (FTIR). A vantagem de usar o poliestireno como padrão é que ele exibe picos de absorção fortes e precisos em vários comprimento de onda na região do infravermelho. Comparando a posição aparente dos picos de absorção em um espectro padrão de PS com a posição esperada para tais picos, pode-se determinar o quão calibrado um instrumento FTIR está.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Padrão de referência da película de poliestireno
  • Certificado de padrão de referência de calibração

Lista completaMinimizar

Instruções

    Interpretação do padrão do poliestireno

  1. 1

    Obtenha um espectro infravermelho da película padrão de referência do FTIR que será calibrada. Isto é feito simplesmente posicionando a película no caminho do feixe do instrumento e usando o comando "scan" (escanear). Dependendo do instrumento e da metodologia usada, um escaneamento de plano de fundo ou "branco" deve ser obtido primeiro e subtraído da leitura do padrão.

  2. 2

    Faça que o software FTIR localize a maioria dos picos de absorção do espectro resultante do PS e liste a posição dos picos em centímetros recíprocos sobrepostos ao espectro ou em um documento separado.

  3. 3

    Examine as posições dos picos no espectro padrão do PS, que deve ter picos de absorção bem definidos próximos aos seguintes números de ondas: 3060, 2850, 1944, 1601, 1583, 1154 e 1028 cm^-1. As posições exatas esperadas para estes picos estarão detalhadas no certificado de calibração que acompanham o padrão de PS.

  4. 4

    Assegure que os picos de absorção no espectro padrão do PS estejam dentro do intervalo de confiança dado por cada pico do certificado de calibração padrão. Por exemplo, se o certificado declarar que o pico de 1944 cm^-1 deve aparecer em 1944 +/- 0.6 cm ^-1, assegure que o espectro tenha seus picos dentro desta faixa. Se todos os picos do espectro aparecerem nas faixas apropriadas, o instrumento FTIR pode ser considerado devidamente calibrado em relação a precisão dos comprimentos de onda.

Dicas & Advertências

  • A maioria dos instrumentos FTIR modernos possuem calibração interna baseada em um laser de hélio-neônio, então a calibração com o padrão PS pode não ser estritamente necessária. A intensidade da absorção dos diversos picos da película de PS padrão pode também ser aferida ao longo do tempo, para assegurar que o desempenho do instrumento não esteja degradado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível