Como interromper a quimioterapia no caso de câncer de pulmão avançado

Escrito por ts jordan | Traduzido por marcella narvaes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como interromper a quimioterapia no caso de câncer de pulmão avançado
Como interromper um tratamento com quimioterapia para o câncer de pulmão (Medioimages/Photodisc/Digital Vision/Getty Images)

De acordo com o site Mayo Clinic, o câncer de pulmão é caracterizado por sintomas como tosse persistente, tosse com sangue, dor no peito e dor de cabeça. Os sintomas do câncer de pulmão avançado incluem perda de peso não planejada e dor entre os ossos, já que o câncer sofre metástase pelo corpo. Você pode querer interromper o tratamento com quimioterapia, seja porque não está disposto a suportar os efeitos colaterais ou porque o tratamento não está sendo eficaz.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Consulte seu médico sobre a possibilidade de interromper o tratamento com quimioterapia e pergunte o que isso significará para seu prognóstico geral. Quando o câncer é avançado e já há metástase pelo corpo, a chance de sobrevivência em cinco anos é de apenas 2,1 por cento. Pergunte ao seu médico se interromper a quimioterapia fará uma grande diferença no índice de sobrevivência, questionando o tempo que você terá de vida, de modo a ter uma ideia melhor se vale a pena abandonar o tratamento.

  2. 2

    Converse com outros médicos sobre tratamentos alternativos além de quimioterapia. Discuta sobre terapia radioativa ou envolvimento com uma clínica de experimentos. Mesmo se o câncer for chamado de "incurável" pelo seu médico, você ainda ainda pode dar algo em troca para futuros pacientes com câncer ao participar de terapias novas em clínicas de experimentos.

  3. 3

    Simplesmente diga ao seu médico que você não deseja fazer quimioterapia se está convencido de que essa é a melhor opção para o seu caso particular de câncer de pulmão. Ninguém pode obrigar você a receber um tratamento que não deseja, por isso, seja firme na sua recusa se essa é sua decisão final. Antes de chegar a uma conclusão, contudo, pense a respeito do impacto da sua decisão para seus familiares, amigos e entes queridos, para que não faça uma escolha da qual possa se arrepender mais para frente.

Dicas & Advertências

  • Antes de recusar o tratamento, verifique com o seu plano de saúde para determinar se haverá consequências adversas possíveis da sua decisão referente à cobertura contínua.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível