Como interromper o uso do Singulair

Escrito por erin watson-price | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como interromper o uso do Singulair
É normal aumentar o uso do inalador de emergência, quando a medicação de longo prazo para asma for interrompida (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Inicialmente, os médicos prescrevem Singulair como um medicamento de cuidados a longo prazo para asma ou para crises de asma relacionadas a exercícios, mas eles também podem prescrever essa medicação para a asma induzida pela alergia. Os efeitos colaterais mais comuns do Singulair incluem aumento do risco de infecção do trato respiratório e sinusite, gripe, dor de estômago e sintomas contínuos parecidos com a gripe como tosse, febre, coriza e dor de garganta. Se estiver experimentando esses ou outros efeitos adversos menos comuns e sentir que o uso do medicamento está afetando a sua qualidade de vida, mais do que melhorando-a, você pode conversar com seu médico para parar de tomar o Singulair. No entanto, em uma condição grave como a asma, não é aconselhável interromper o uso da medicação de uso prolongado, sem antes procurar a orientação de um profissional da saúde.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Medidor de fluxo respiratório
  • Inalador de emergência

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Consulte o médico antes de parar de tomar o Singulair. Se você não deseja mais usar o medicamento por conta dos efeitos desconfortáveis que ele causa, peça para o médico prescrever uma medicação diferente de uso prolongado. O profissional pode decidir substituir o Singulair ou interromper o seu uso para reavaliar a sua condição.

  2. 2

    Monitore a saúde do pulmão com um medidor de fluxo respiratório. Se você não estiver usando um medidor para monitorar regularmente a saúde do seu pulmão, o médico pode exigir a utilização de um quando o uso do Singulair for interrompido ou quando o medicamento for substituído por um outro alternativo. Normalmente, as medições do fluxo respiratório são realizadas pela manhã ou durante os períodos de desconforto. Essas leituras permitem que você e seu médico detectem qualquer diminuição na função pulmonar.

  3. 3

    Reduza temporariamente a intensidade de suas atividades físicas. O médico, muitas vezes, prescreve Singulair para alívio dos ataques de asma relacionadas com a realização de exercício. Até você descobrir como a interrupção no uso do medicamento afetará seus sintomas de asma, monitore cuidadosamente a intensidade de seus exercícios e espere, pelo menos, uma semana até que a nova medicação se incorpore em seu organismo, antes de retornar às suas atividades regulares.

  4. 4

    Mantenha o seu inalador de emergência com você em todos os momentos. Parar o Singulair pode provocar um aumento na frequência ou na gravidade dos ataques de asma. Se se acostumou a viajar sem o seu inalador, comece a transportá-lo com você novamente. Informe a todos que convivem com você sobre sua decisão de interromper ou substituir a medicação. Ensine um colega de trabalho, colega ou amigo o procedimento correto de usar o inalador, caso você tenha uma crise que o impossibilite de fazê-lo sozinho.

  5. 5

    Entre em contato com seu médico se seus ataques de asma se tornarem mais frequentes do que quando tomava o Singulair. Esse é um efeito adverso comum que ocorre quando medicamentos de uso prolongado são interrompidos ou substituídos. O profissional da saúde realizará uma nova avaliação dos sintomas e também prescreverá um novo medicamento ou aumentará a dose da medicação atual de uso prolongado que você está utilizando.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível