Saúde

Itraconazol no tratamento das micoses em gatos

Escrito por rebecca hizny matalavy | Traduzido por claudio silva
Itraconazol no tratamento das micoses em gatos

Os donos de gato devem ficar atentos aos sintomas do seu amigo felino

the cat image by Norbert Tuske from Fotolia.com

Para os donos de gatos, é muito importante estar familiarizado com as doenças que podem afetar seu companheiro felino. Uma delas é a micose (também conhecida como tinha). Um dos remédios mais comuns para tratá-la é o itraconazol. Saber reconhecer quais são os sintomas da micose pode ajudá-lo a encontrar o remédio apropriado para o animal. Antes de medicar o gato com o itraconazol, é melhor saber quais são os prós e contras desse remédio.

O que é a micose?

A micose é uma infecção fúngica que pode afetar o pelo, a pele e as unhas do gato. O fungo se alimenta das células mortas da pele e do pelo, e o tempo quente estimula o crescimento do fungo. Vários tipos de fungos podem causar a micose, entre eles os mais comuns são o microsporum canis, o microsporum gypseum e o trichophyton. Os gatos podem contrair a micose de um grande número de fontes, como o contato direto com os esporos do fungo de um animal infectado, objetos de cuidados como escovas, hotéis para animais ou no local onde outro felino infectado tenha estado anteriormente, pois os esporos sobrevivem por longos períodos. Pode-se detectar a micose pela presença de lesões cutâneas com ausência de pelos e escamosas, vermelhas ou inflamadas. As manchas são comumente encontradas no focinho, cauda, patas e orelhas.

Suscetibilidade felina

Gatos jovens e saudáveis com mais de um ano de idade normalmente possuem uma imunidade natural contra a micose. Contudo, os animais com o sistema imunológico deficiente ou doentes têm o risco aumentado.

O itraconazol

O itraconazol é um medicamento comercializado com o nome Sporanox. Ele é uma droga antifúngica que age impedindo o crescimento do fungo. Originalmente, ele não foi feito para tratar cães e gatos, mas os veterinários o prescrevem como uma alternativa. Quando o itraconazol é adquirido diretamente do veterinário, ele irá prescrever a dose correta e dará as instruções para a sua administração.

Dosando o itraconazol

O veterinário provavelmente irá prescrever de 2,5 mg a 5 mg de itraconazol para cada meio quilo de peso do gato, a ser administrado oralmente a cada 12 ou 24 horas. Note que as infecções por fungos devem ser tratadas por várias semanas para que o remédio seja eficaz. Nunca administre o itraconazol sem o consentimento do veterinário.

Efeitos colaterais do itraconazol

Embora geralmente seja seguro quando prescrito por um veterinário, não é raro a droga causar efeitos colaterais nos gatos. Assim como em humanos, o remédio não pode ser dado aos animais alérgicos. Você deve avisar ao veterinário sobre qualquer outro medicamento que o felino esteja tomando, para evitar interações medicamentosas. Contate o veterinário imediatamente se o animal apresentar sinais como vômito, diarreia ou perda de apetite. Eles podem indicar que o fígado foi prejudicado, um efeito colateral mais raro, porém mais grave.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media