Mais
×

Um jeito diveritdo de ensinar arredondamento no ensino fundamental

Atualizado em 20 julho, 2017

O arredondamento de números é um método de estimar uma resposta para um problema de matemática (veja a seção "Referência 1"). Essa técnica ajuda na resolução de cálculos de cabeça e auxilia as crianças do ensino fundamental a realizar exercícios complexos. Arredonde para baixo um ou dois números que terminam em 1, 2, 3 ou 4, e os que terminem em 5, 6, 7, 8 ou 9, arredonde para a próxima dezena. Ao trabalhar com números de três dígitos, arredonde os números terminados em "01" a "49" para a centena anterior, e os que terminam em "50" a "99" para a próxima centena.

Instruções

A técnica de arredondamento é fundamental para o aprendizado das crianças (Phil Ashley/Lifesize/Getty Images)
  1. Nomeie todos os cartazes com uma das "centenas" de 100 a 900. Escreve o número em um tamanho que possa ser facilmente identificado.

  2. Nomeie os cartões de 40 a 60 como números entre 101 e 899, como 182, 737 e 685.

  3. Cole os cartazes no chão em ordem, de 100 a 900, ou coloque-os sobre uma área externa seca. Divida as crianças em grupos de sete ou oito integrantes.

  4. Entregue um cartão à primeira criança de cada grupo. Elas deverão arredondar o número do cartão para a "centena" mais próxima e permanecer em pé sobre ou lado do seu respectivo cartaz.

  5. Dê um ponto para cada grupo que arredondar corretamente. Assim que realizar uma etapa, cada integrante deve voltar ao fim da fila do seu grupo.

  6. Repita o processo várias vezes e prossiga com o jogo até que as crianças entendam o conceito de arredondamento.

  7. É possível variar o jogo acrescentando mais cartões de índice e controlando o tempo que cada grupo tem para realizar a etapa e misturar a ordem dos cartazes.

O que você precisa

  • 9 cartazes de cores diferentes (veja a seção "Referências 2")
  • Fita adesiva
  • Caneta marca texto preta
  • 60 cartões em branco
  • Cronômetro (opcional)
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article