×
Loading ...

Como fazer um jogo de tabuleiro de interpretação de personagens

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Jogos de interpretação de personagens, como "Dungeons and Dragons", já estão no mercado há décadas. Os conceitos básicos do sistema já estão tão impregnados na comunidade de jogadores que muitas pessoas fizeram ramificações e criaram seus próprios jogos. Embora jogos de interpretação de personagens, ou RPGs, vêm sido criados em volta de propriedades e franquias já existentes e vendidos comercialmente, não há razão para indivíduos criativos não criarem seus próprios jogos em casa. Desenvolva algumas regras básicas e um tabuleiro, depois gaste o tempo que quiser criando o mundo e personagens para utilizar no seu RPG.

Instruções

A maioria dos RPGs é estabelecida nos mundos chamados de "espada e magia" (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)

    Passo 1

  1. Decida qual sistema básico de regras você quer usar para governar as ações e os combates. Desde que a Wizards of the Coast liberou o sistema D20 gratuitamente para qualquer um utilizar, este é o sistema que muitos jogadores optam por adotar. Além disso, baseando suas regras nas de "Dungeons and Dragons", você cria um jogo com o qual vários gamers estão familiarizados. Obviamente, sinta-se livre para adaptar ou mudar as regras enquanto escolhe criar um sistema que você sinta que se encaixará em sua ambientação.

    Loading...
  2. Projete o mundo no qual o seu jogo será utilizado. Use um mundo de fantasia genérico, sem muitos detalhes, e confie somente nas regras básicas inicialmente, se quiser. No entanto, mundos detalhados são o que fazem as experiências de RPG ricas e agradáveis. Comece desenhando alguns mapas das terras que deseja no seu jogo. Desse ponto, crie um mapa mais detalhado e os detalhes de um único local para jogar sua primeira aventura, como uma pequena cidade.

  3. Imprima ou faça um tabuleiro para utilizar durante suas aventuras. Compre uma superfície hexagonal genérica em uma loja de jogos, se não quiser fazer a sua própria. Desenhe sua própria superfície, se for talentoso, ou faça uma no computador e imprima em uma loja em plástico laminado. Comece com uma superfície neutra, com espaços hexagonais que você possa transformar para se encaixar em qualquer cenário das suas aventuras.

  4. Reúna uma grande coleção de miniaturas. Use-as de outros jogos, se seu orçamento inicial não for muito grande, ou construa uma nova coleção de qualquer uma das companhias que produzem essas peças, para criar uma variada opção de personagens e monstros para usar no mapa de batalha que você criou. Compre alguns conjuntos para usar de paredes, árvores e outro objetos inanimados, para auxiliar a transformação do seu tabuleiro comum em uma verdadeira dungeon, cidade ou floresta em que você coloque seus jogadores em qualquer momento.

  5. Convide alguns amigos e peça para criarem personagens baseados no seu conjunto-base de regras. Explique que a primeira aventura é basicamente um teste, enquanto você se aprofunda na ambientação e nos personagens que criou. Note o que é divertido para os jogadores, o que não funciona e faça anotações durante toda a aventura. Adapte suas regras e ambientação para a próxima sessão e certifique-se de que todos saibam que as coisas mudarão, enquanto refina o seu novo sistema.

Loading...

Dicas

  • Jogue algum sistema de RPG bem-sucedido antes de tentar fazer o seu próprio. A maior parte das pessoas começa com "D&D" e especializa-se de lá. Isso dá uma prova do que funciona e o que não em jogos já estabelecidos no gênero.

Referências

Loading ...
Loading ...