Johannes Itten e a teoria das cores

Escrito por buffy naillon Google | Traduzido por jose airton almeida neto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Johannes Itten e a teoria das cores
Para Itten, as cores também possuem um fator "emocional" (colors image by dinostock from Fotolia.com)

Os artistas e designers usam a teoria das cores para compreender os efeitos da mistura das cores. Embora houvesse textos nas anotações de Leonardo da Vinci sobre a teoria das cores, a maioria dos teóricos aponta Sir Isaac Newton como o criador da teoria das cores. O artista suíço Johaness Itten aprimorou o trabalho de Newton e de outros teóricos para desenvolver sua própria teoria das cores. A sua teoria leva em conta não apenas as propriedades de contraste das cores, mas também os seus fatores emocionais. A sua obra foi primeiramente desenvolvida em Bauhaus. Atualmente, sua obra continua sendo referência para artistas e designers.

Outras pessoas estão lendo

História

De acordo com o site Color-Wheel-Pro.com, o primeiro círculo cromático foi inventado por Newton. Os seus círculos cromáticos incluíam as cores vermelho, laranja, amarelo, verde, ciano e azul. Newton agrupou-as de forma a permitir que o continuum (faixa de transição no espectro) das cores pudesse ser visto.

Um século mais tarde, Goethe aperfeiçoou a teoria de Newton ao estudar os efeitos psicológicos das cores. Além de determinar se as cores poderiam ser quentes ou frias, ele associou também algumas cores a sensações.

Segundo o Color-Wheel-Pro.com, Itten, que lecionou na famosa Bauhaus em Weimar, na Alemanha, desenvolveu o conceito de "harmonia das cores" e modificou o círculo cromático.

Particularidades

Segundo Janet Lynn, no site Worqx.com, Itten desenvolveu uma "metodologia para rmisturar cores utilizando as propriedades de contraste de matizes. Sarah Van Arsdale, junto à Sheffield School of Interior Design, explica o trabalho de Itten em um artigo no site Dezignare.com, mostrando que o círculo cromático de Itten também visou a subjetividade das sensações das cores. Itten escreveu suas teorias em seu livro "The Art of Color", que se tornou um livro didático ao curso que lecionava na Bauhaus.

Entretanto, Itten divergiu do trabalho de Goethe, que afirmava que as cores afetavam as pessoas de um modo geral. Para Itten, cada pessoa reagiria às cores de uma única forma. Para tornar o conceito compreensível aos seus alunos, segundo Van Arsdale, Itten primeiro ensinou sobre as cores em geral, e depois pediu para que desenvolvessem suas próprias paletas de cores subjetivas.

Períodos

A Bauhaus esteve em funcionamento de 1919 a 1933. No entanto, a carreira de Itten terminou em 1923, quase 10 anos antes do fechamento da escola. Itten se opôs à produção de trabalhos comerciais da Bauhaus e, após um longo conflito contra seu fundador, Walter Gropius, abandonou a escola, segundo o Germany Today.

Importância

A obra de Itten e os seus conceitos continuam sendo uma referência para os artistas e designers de hoje em dia. Segundo Van Arsdale, os seres humanos sempre tentaram caracterizar o mundo de acordo ao seu modo de vê-lo. A teoria das cores de Itten foi uma desses tentativas de caracterizar e definir o mundo e o modo como as pessoas o veem.

Citação

"Cor é vida, pois um mundo sem cores parece estar morto. Como a chama produz luz, a luz produz cor. Como a entonação traz cor à palavra dita, a cor traz à forma o som que toca a nossa alma."

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível