John Reid e a técnica de entrevista e interrogatório de Reid

Escrito por mardi link | Traduzido por rafael reis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
John Reid e a técnica de entrevista e interrogatório de Reid
A técnica de Reid evita que pessoas inocentes confessem crimes que não cometeram (crime examination (investigation) image by stassad from Fotolia.com)

A técnica de Reid é um método de entrevista amplamente reconhecido na investigação criminal. Ela tem o intuito de eliminar o inocente e identificar o culpado.

A técnica é tão especializada que o termo por si só foi patenteado por seu criador, John Reid & Associados. O seu uso envolve três componentes básicos e nove passos específicos.

Outras pessoas estão lendo

Início

Treinado como examinador de polígrafo no início dos anos 40, John Reid estudou com Fred Inbau, um interrogador renomado e diretor do Laboratório da Polícia Científica de Chicago. Em 1947, Reid estabeleceu sua própria agência de polígrafo, desenvolveu a técnica de Reid inicial, e a colocou em prática. À medida que sua companhia foi crescendo, ele contratou e treinou outros examinadores e, através de estudo e experiência, a equipe desenvolveu um formato estruturado de entrevista que poderia ser usado em muitas situações de interrogatório.

Reid rejeitou o método antigo de interrogatório, o qual empregava tortura, tendo conhecimento por experiência que o mesmo poderia fazer com que pessoas inocentes confessassem. Ele baseou sua técnica em princípios psicológicos ao invés da coerção. Em 1974, Reid ensinava sua técnica para departamentos de polícia e outras agências do governo.

Três componentes

Os três componentes da técnica de Reid são análises factuais, entrevista e interrogatório. Criados para descartar pessoas inocentes antes que o interrogatório sério comece, eles são inter-relacionados e progridem da coleta de informação para a investigação.

Se os investigadores acreditam que a pessoa entrevistada é um possível suspeito, eles passam para os nove passos listados em seguida.

Nove passos

Usada corretamente, a técnica de Reid pode ajudar o interrogador a identificar uma pessoas culpada em nove passos lógicos, usados na ordem correta. Estes passos são:

  1. O confrontamento positivo
  2. Desenvolvimento do tema
  3. Manipulação de recusas
  4. Superação de objeções
  5. Retenção da atenção do suspeito
  6. Manipulação do humor passivo do suspeito
  7. Apresentação de uma pergunta alternativa
  8. Suspeito relata detalhes do crime
  9. Confissão de verbal à escrita

Os nove passos da técnica de Reid foram criados para serem usados quando o interrogador tem certeza razoável de que o acusado é culpado do crime, ou está envolvido de alguma maneira.

A técnica de Reid hoje

Uma opinião da Suprema Corte dos Estados Unidos, Missouri v. Seifert (2004), menciona os métodos de Reid como um exemplo de bom treinamento de aplicação da lei. A Força Aérea dos Estados Unidos, a CIA, o FBI, o Bureau do Álcool, Tabaco, Armas de fogo e Explosivos, a Agência de Combate às Drogas e as forças de polícia estaduais ao redor dos Estados Unidos têm sido treinados a partir da técnica de Reid, assim como tem acontecido com muitas forças policiais de cidades rurais e departamentos de xerifes.

A John Reid e Associados desenvolveu também técnicas especializadas para casos de abuso infantil e outros tipos específicos de atividade criminal.

Outras aplicações

As mesmas técnicas que ajudam as autoridades a identificar o culpado e a eliminar o inocente estão sendo usadas por departamentos de recursos humanos para identificar empregados em potencial. Empresas americanas como AT&T, Federal Express e Blue Cross/Blue Shield têm usado a técnica de Reid para conhecer melhor os candidatos e avaliar sua ética, honestidade e integridade.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível