on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Como fazer um julgamento de mentira

Um julgamento de mentira é uma encenação de julgamento na qual os alunos interpretam os papéis de vários indivíduos da corte, como o advogado, o defensor público, as testemunhas e o júri. Eles criam e usam recursos que guiam o julgamento geral, como evidências e roteiros que as testemunhas devem seguir. Os alunos são responsáveis por interpretar seus papéis e formar os casos. Durante o julgamento de mentira, um ou mais professores agem como o juiz. Julgamentos assim podem ser divertidos para os alunos e dão a eles a chance de experimentar uma corte.

Instruções

Um julgamento de mentira deixa seus alunos experimentarem a corte (Photos.com/Photos.com/Getty Images)
  1. Escreva um roteiro geral do tribunal que inclua os propósitos principais de cada testemunha e se elas são da acusação ou da defesa. Mantenha o julgamento o mais justo possível providenciando uma quantidade justa de evidências para cada caso. Por exemplo, você pode planejar usar um detetive de polícia como testemunha da acusação e usá-lo para introduzir uma arma do crime e discutir a cena do crime.

    Loading...
  2. Aumente a história de cada testemunha escrevendo uma série de frases que ela deverá memorizar. Inclua uma descrição do que cada testemunha viu. Adicione fatos interessantes para cada testemunha, como motivações individuais, coisas que elas não queiram dizer ou contradições no testemunho. Lembre-se de fazer uma lista para o seu suspeito também. Como exemplo, seu detetive pode ter encontrado a arma do crime escondida em uma verga de chaminé alta e pode não querer mencionar isso, já que o acusado tem apenas apenas um metro e meio.

  3. Separe os testemunhos e dê um para cada testemunha. Copie as afirmações principais em outros papéis e distribua-os entre os advogados. Crie outras evidências, como uma imagem de faca como arma do crime, imagens de um aposento no qual o crime pode ter sido cometido ou informações importantes sobre o clima da noite em questão. Providencie essas informações para cada advogado.

  4. Escreva as regras do seu julgamento de mentira. Inclua o procedimento para os advogados abordarem as testemunhas que esquecerem as falas ou mentirem no julgamento. Decida quanto tempo você quer dar aos advogados para se prepararem e se você quer ou não dar aos advogados uma chance para fazerem entrevistas antes do tribunal. Lembre-se de que esse é o seu julgamento de mentira e você pode mudar as regras se precisar para dar aos seus alunos uma experiência de julgamento divertida e instrutiva.

  5. Prepare a sala de aula para representar a corte. Mova a mesa do professor para o centro da sala e ponha uma cadeira próxima à mesa para as testemunhas. Ponha o júri contra uma parede lateral, onde eles possam ver o julgamento claramente. Ponha duas mesas e cadeiras do lado oposto da mesa do professor para a acusação e a defesa se sentarem. Instrua o seu júri a decidir entre inocente e culpado. Você julgará a corte geral e o desempenho de cada membro, dando a eles notas de performance e preparação.

Loading...

Dicas

  • Tenha em mente as idades e níveis de maturidade dos seus alunos ao planejar o caso do julgamento; certifique-se de que o material seja apropriado.

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...