Por que os lábios desenvolvem pintas amarronzadas?

Escrito por isobel washington | Traduzido por rafael reis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Quando as pessoas envelhecem, pintas amarronzadas que não são sardas naturais ou marcas de nascença começam a aparecer em qualquer lugar do corpo. Os lábios também podem desenvolver essas pintas, embora seja menos comum do que esse tipo de marcas no rosto, mãos, peito e ombros. Às vezes, essas pintas nos lábios não passam de lesões benignas que aparecem após a exposição ao sol. Mas, em alguns casos, elas são causa de preocupação, porque podem indicar problemas sérios de saúde.

Outras pessoas estão lendo

Significância e identificação

Pintas amarronzadas nos lábios, como qualquer marca lisa e escura que aparece em algum lugar do corpo, deve ser examinada por um médico, uma vez que ela pode ser pré-cancerígena. Embora elas normalmente sejam apenas manchas de sol ou do fígado que aparecem com a idade, não existe diferença visível entre pintas pré-cancerígenas e benignas durante os primeiros estágios da lesão. Pintas amarronzadas nos lábios podem aparecer de muitas maneiras: próximas da boca ou ao redor da linha do lábio, sozinhas ou como múltiplas pintas, do tamanho de sardas ou maiores e de cor clara ou escura.

Causas

A causa principal das pintas amarronzadas no lábio é a exposição ao sol. Os raios ultravioleta penetram na pele, incluindo os lábios, e o dano por essa radiação pode não aparecer por alguns anos após ocorrer nos tecidos abaixo da superfície. É comum para a pele envelhecida, que vem sendo exposta ao sol, sofrer danos à proteína do colágeno. Essa exposição causa o funcionamento anormal das células, frequentemente levando à descoloração - um sinal importante de problemas médicos mais perigosos.

A gravidez não causa o aparecimento de pintas amarronzadas nos lábios, mas as torna mais escuras.

Pintas amarronzadas benignas

Os termos "pintas da idade," "pintas de fígado" e "pintas de sol" compartilham o mesmo significado e frequentemente são usados de forma intercambiável. Esses pontos escuros e lisos como manchas, não possuem significância para a pele em relação à saúde em geral. Essas pintas benignas podem aparecer em lábios que tenham um histórico de superexposição aos raios UV. Elas são permanentes e podem aumentar em quantidade com o tempo.

Manchas amarronzadas pré-cancerígenas

Às vezes, pintas amarronzadas nos lábios indicam uma condição pré-cancerígena tecnicamente chamada de queilite actínica e frequentemente referida como "lábio de fazendeiro" ou "lábio de marinheiro," que decorre de um tempo excessivo de exposição aos raios UV durante a vida. Mais comum no lábio inferior, indivíduos com esse problema não apenas possuem pintas amarronzadas nos lábios, mas também reclamam de ressecamento e rachaduras. De acordo com um relatório apresentado no site SkinSight.com, a queilite actínica é mais comum em homens mais velhos e de pele clara, particularmente fumantes. A mesma fonte relata que o câncer de pele carcinoma espinocelular se desenvolve em seis a dez porcento dos pacientes com queilite actínica.

Manchas amarronzadas cancerígenas

Manchas amarronzadas nos lábios podem indicar câncer de pele. Uma estimativa de 3.500 novos casos de câncer de pele dos lábios ocorrem a cada ano, e 90% deles se tratam de carcinoma espinocelular, de acordo com um relatório da MSNBC health de abril de 2008. "Não é só conversa: brilho labial pode ser um convite ao câncer de pele." Se diagnosticado em seu estágio inicial e tratado de maneira correta, esse tipo de câncer não é tão sério quanto os outros tipos, de acordo com o relatório. Mas se não for tratado, esse carcinoma pode causar desfiguração do lábio e, em casos raros, ele pode se espalhar e causar a morte.

Um melanoma oral maligno, embora menos comum, é a forma mais séria de câncer de pele que pode ser identificado primeiramente por pintas amarronzadas nos lábios.

Tratamento

Pacientes preocupados com as pintas amarronzadas nos lábios devem, primeiro, consultar um dermatologista. Se as pintas forem simplesmente marcas de sol ou da idade, elas podem ser tratadas com terapia a laser, que irá corrigir a descoloração e irregularidade do tecido para diminuir a aparência da mancha. Se as pintas amarronzadas indicarem um problema mais sério, siga o tratamento indicado pelo médico. Na maioria dos casos, a terapia a laser é o método mais usado.

Prevenção

Os lábios são especialmente sensíveis aos raios UV. Os dermatologistas americanos Francesca Fusco e Bruce Robinson disseram em um relatório da MSNBC que a melhor maneira de protegê-los do sol não é apenas pelo uso de protetores solares labiais com proteção de 30 FPS, mas também pelo uso de batom com óxido de zinco em vez de brilho labial. Usar brilho labial (particularmente os de alto brilho) sob o sol piora a penetração de raios UV, diz Robinson.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível