Lâmpadas antigas a óleo

Escrito por elise moore | Traduzido por marcelo couto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Lâmpadas antigas a óleo
Lamparinas antigas possuem design elegante (antique oil lamp image by FotoWorx from Fotolia.com)

Lamparinas a óleo feitas de metal, vidro, porcelana e outros tipos de cerâmica se tornaram comuns no século XIX, quando o desenvolvimento de querosene fez a produção em massa desse tipo de lâmpada rentável. Colecionadores frequentemente focam no tipo chaminé (um tubo feito geralmente de vidro e preso ao queimador), ou nos abajures de vidro decorado ou de metal. Muitas companhias americanas produziram lâmpadas a querosene inovadoras, que se tornaram altamente colecionáveis.

Outras pessoas estão lendo

Lâmpada do Aladim

As Indústrias Aladim foram fundadas como Mantle Lamp Company of America, em 1908. Foi uma das primeiras empresas dos Estados Unidos a fazer lamparinas de querosene que produziam luz ao queimar um "manto", um pequeno pedaço de pano embebido em óxidos metálicos. A "Lâmpada de Aladim" foi introduzida em 1909, tornando a empresa famosa. Em 1926, a companhia comprou a Vidros Lippincott e começou a produzir os seus próprios vidros chaminé, quebra-luzes e bases em estilos clássicos. As lâmpadas de Aladim colecionáveis incluem as lamparinas de querosene de 1930 a 1935, especialmente as Florentinas de 21 cm de altura, fabricadas em vidro de pedra-da-lua verde, branca e rosa. As Lâmpadas Artesanais de Veneza desse período também são valorizadas.

Lâmpadas de ângulo

Thomas Mara Fell, nascido em Londres e mais tarde cidadão de Nova Iorque, inventou a Lâmpada de Ângulo, um design inovador na iluminação com querosene, mudando o queimador de lugar para diminuir a produção de sombras. A primeira patente de Fell é datada de 1888. A lâmpada possui duas chaminés com uma curva presa a um queimador, e um vidro decorativo fixado na parte superior da curva. As lâmpadas de ângulo eram penduradas ou presas à parede, com exceção da clássica lamparina de mesa. A famosa combinação de curva e chaminé variava de desenhos simples, como com uma curva simples e chaminé com formato de vidro de leite, até desenhos ornamentados, com curvas gravadas e chaminé de vidro estilizado. De acordo com o site thelampworks.com, colecionadores priorizam a variedade da arte nos vidros desse tipo de lâmpada.

Lamparinas Rochester

A empresa de lamparinas Rochester foi fundada em 1844 por Charles Stanford Upton. Upton comprou os direitos de produção da patente de Leonard Henkle para realizar melhorias na circulação de ar no centro das lâmpadas, um dispositivo chamado atualmente de espalhador de chamas, e nomeou o novo invento de "Rochester". De 1884 até 1892, a linha Rochester foi desenhada pela Companhia Edward Miller, incluindo todos tipos de lâmpadas, desde as de mesa até as penduráveis. Depois de 1892, elas passaram a ser produzidas pela empresa Bridgeport Brass, chamadas de "Nova Rochester".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível