L-Carnitina e a diabetes

Escrito por brindusa vanta | Traduzido por philipe oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
L-Carnitina e a diabetes
A L-Carnitina ajuda controlar a diabetes (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

A L-carnitina é a forma biologicamente ativa do aminoácido não essencial carnitina. A carnitina é produzida pelo organismo a partir dos dois aminoácidos metionina e lisina, e também é encontrada em certos alimentos, como produtos lácteos, carnes e abacates. A suplementação com L-carnitina sob supervisão médica pode beneficiar pacientes diabéticos, embora mais pesquisas são necessárias para avaliar completamente a sua eficácia.

Outras pessoas estão lendo

Funções

A L-carnitina está envolvida no transporte de certos ácidos graxos para as células onde elas passam por um processo de oxidação. Como resultado deste processo, a energia é libertada. A suplementação com L-Carnitina melhora a utilização de gorduras como fonte de energia, reduzindo os níveis de colesterol e triglicérides, e pode reduzir o risco de problemas de saúde em diabéticos que tenham distúrbios do metabolismo de gorduras. A L-carnitina tem um efeito protetor das funções cardíacas e musculares, portanto o diabético pode-se beneficiar com esse suplemento novamente, pois o diabetes aumenta o risco de desenvolver cardiopatias. Na pesquisa clínica, a L-carnitina tem sido usada para melhorar a eficácia de drogas convencionais para tratamento dos níveis de glicose e lípidos nos diabéticos.

Pesquisa

Um estudo que foi publicado na edição de novembro de 2010 da "Farmacologia Fundamental e Clínica" avaliou os benefícios do uso de L-carnitina em combinação com a droga convencional Orlistat para melhorar os níveis de açúcar e gorduras, assim como controle do peso corporal. Os pesquisadores descobriam que os indivíduos que fizeram uso de Orlistat e L-Carnitina tiveram uma evidente melhora do peso corporal, processos inflamatórios, glicose e lipídios, quando comparados àqueles que apenas tomaram a droga isolada. Outro estudo publicado na edição de abril de 2010 da "Nutrição e Metabolismo" avaliou os benefícios da L-carnitina para diferentes condições de saúde. Em relação ao diabetes, os pesquisadores concluíram que há fortes evidências de que a suplementação com L-carnitina ajuda a melhorar as condições cardiovasculares, podendo contribuir para reduzir a obesidade e melhorar a intolerância à glicose.

Segurança

Os suplementos de L-carnitina são geralmente considerados bem tolerados e seguros. Em casos raros, queixas digestivas leves, como irritação do estômago, podem ocorrer.

Interações medicamentosas e nutricionais

De acordo com Michael Murray, autor do livro "The Pill Book Guide to Natural Medicines", não existem interações negativas conhecidas entre drogas ou outros nutrientes e L-carnitina. De fato, contatou-se que a L-carnitina atua na diminuição da toxicidade cardíaca causada por adryamicin, um agente quimioterapêutico. A L-carnitina trabalha em sinergia com o ferro e as vitaminas B6, C e niacina.

Considerações

Consulte um profissional de saúde alternativo para descobrir se você pode se beneficiar com a suplementação de L-carnitina, bem como para determinar as doses diárias recomendadas deste suplemento. A L-carnitina não substitui o tratamento tradicional do diabetes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível