Como ler um teste de Tukey em Minitab

Escrito por damon verial Google | Traduzido por mariana ribeiro alves
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como ler um teste de Tukey em Minitab
Minitab inclui testes de Tukey (statistics image by bilderbox from Fotolia.com)

Embora ANOVA seja o "padrão" para fazer análises baseadas em hipóteses de comparação em pesquisa estatística, existem outros métodos para fazer comparações. Minitab, um aplicativo poderoso de software estatístico, inclui testes de comparação. Um desses testes, o teste de Tukey, é particularmente interessante na medida em que fornece os intervalos de confiança (por oposição aos valores de p) como resultados de ensaio para avaliar se as médias de valores dos conjuntos de dados são diferentes. Minitab dá ao usuário a opção de ver a saída do teste de Tukey, juntamente com uma saída ANOVA normal, mas a saída do teste de Tukey pode ser difícil de ler e interpretar para alguns usuários.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Encontre onde a saída do teste de Tukey começa. Leia a saída ANOVA de cima para baixo. Sob a saída desvio padrão para ANOVA (rotulada como "Pooled StDev") haverá uma linha mostrando o texto "Tukey 95% simultaneous confidence intervals." Este é o lugar onde a saída do teste de Tukey começa.

  2. 2

    Leia a linha que diz "var = var subtracted from:". Nesta linha, "var" é qualquer variável que você estiver analisando no teste de Tukey. Por exemplo, se você estiver olhando para temperaturas em todo climas, esta linha pode indicar "tropical = tropical subtracted from:". Isto implica a hipótese por trás do teste: que os climas tropicais diferem na temperatura quando comparados com outros tipos de climas. Os tipos de climas com os quais Minitab compara o tropical serão listados abaixo desta linha.

  3. 3

    Leia as linhas abaixo da linha "var = var subtracted from:". Nestas linhas estão as variáveis ​​que estão sendo comparadas com "var". Ao lado de cada um dos nomes das variáveis ​​há um conjunto de três números com os cabeçalhos "lower" (inferior), "center" (central) e "superior". Estes cabeçalhos se referem aos limites de intervalos de confiança dados pelo teste de Tukey. Você só precisa se preocupar com os números para "inferior" e "superior". Observe estes números para cada variável, prestando muita atenção para saber se seus signos são os mesmos (ou seja, olhar se o sinal muda entre os limites inferior e superior, por exemplo que o primeiro seja positivo e o segundo seja negativo, ou vice-versa).

  4. 4

    Determine os resultados do teste de Tukey. Se os símbolos são diferentes para os limites inferior e superior de uma variável dada, a conclusão do resultado do teste de é que não existe nenhuma diferença entre a primeira variável e a segunda. Caso contrário, existe uma diferença significativa. Por exemplo, se você está comparando climas, pode encontrar que a variável "desert" muda do símbolo "inferior" para "superior", mas a variável "temperada" não. Isto implica que os climas tropical e do deserto diferem significativamente em temperatura enquanto os climas tropical e temperado não.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível