O Lexapro pode causar bruxismo?

Escrito por ashley brooks | Traduzido por mariana piastrelli lauria
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O Lexapro pode causar bruxismo?
Além do bruxismo, o Lexapro também pode causar insônia, sinusite, dor de cabeça e até pensamentos suicidas (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

O Lexapro (oxalato de escitalopram) é um inibidor de reabsorção seletiva, vulgarmente prescrito para o tratamento de depressão e ansiedade. Todos os medicamentos têm algum risco de efeitos colaterais, no entanto algumas pessoas só passam por pequenas dificuldades com a medicação. Bruxismo, ranger de dentes e espasmos musculares são efeitos colaterais comuns do escitalopram.

Outras pessoas estão lendo

Efeitos colaterais menos comuns

O site "Drugs.com" informa que tem havido relatos ocasionais de bruxismo devido ao uso do Lexapro. Uma possível razão para isso é que, quando inicialmente introduzido no organismo, o Lexapro pode causar leves espasmos musculares involuntários. Na maioria dos casos, esse sintoma desaparece após alguns dias de tratamento prescrito pelo seu médico ou profissional de saúde mental.

Além do bruxismo, o Lexapro também pode causar insônia, sensação física de gripe, sinusite, dor de cabeça, bocejos, sonolência e náusea. Se você estiver enfrentando esses sintomas, inicialmente, tenha em mente que seu corpo e mente estão se ajustando a um novo produto químico que está sendo introduzido em seu organismo. Como o Lexapro afeta a absorção da serotonina neuroquímica, você pode passar por alguns distúrbios físicos, psicológicos e emocionais. Relate qualquer alteração no comportamento ou pensamentos suicidas ao seu médico ou profissional de saúde mental imediatamente. Informações adicionais sobre o tratamento para esses efeitos colaterais estão na seção "Tratamentos" deste artigo .

Efeitos colaterais graves

Além dos efeitos colaterais menos comuns e menos graves do Lexapro, existem aqueles mais graves que podem tornar o uso da droga algo difícil e perigoso. O risco de ocorrência de efeitos colaterais graves aumentam se você sofre das seguintes condições listadas no artigo "Nome genérico do Lexapro: oxalato de escitalopram", do site "HealthPlace.com": problemas renais, convulsões, manias, problemas de fígado, ideação suicida (pensamentos suicidas), estiver grávida ou amamentando, ou pretende engravidar. Você deve informar ao seu médico se você sofrer qualquer uma dessas condições antes de tomar o Lexapro. Alguns dos efeitos colaterais mais graves do Lexapro incluem: reações alérgicas (desenvolvimento de erupções cutâneas, comichão, inchaço dos lábios ou a boca), batimento cardíaco irregular, sangue nas fezes, zumbido grave (zumbido das orelhas) ou convulsões. Há uma série de efeitos colaterais adicionais graves, por isso não deixe de acompanhar com o seu médico sobre esses efeitos e os sinais de alerta adicionais.

Tratamentos

Se você achar que o bruxismo não desapareceu num prazo de uma semana, você deve contatar seu médico ou profissional de saúde mental sobre tratamentos alternativos. Na maioria dos casos, seu médico provavelmente irá ajustar sua dosagem (o Lexapro está disponível em 5mg, 10mg e 20mg) ou prescrever-lhe outro medicamento. Tenha cuidado para não interromper abruptamente o uso do medicamento, mesmo que o bruxismo se torne persistente. Em alguns casos, parar bruscamente a medicação pode resultar em pensamentos suicidas e uma recaída da depressão ou ansiedade

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível