Como lidar com o comportamento de abuso emocional do seu marido

Escrito por robert russell | Traduzido por sonia oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como lidar com o comportamento de abuso emocional do seu marido
O abuso emocional assume muitas formas desde ameaças físicas ao tratamento pelo silêncio (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

O abuso emocional é, infelizmente, um problema sério para muitas mulheres casadas. Caso sinta-se degradada, pouco reconhecida ou temerosa, ou com falta de autoestima, você pode ser uma mulher vítima de abusos emocionais. O abuso emocional é mais difícil de reconhecer do que o físico e, na realidade, os abusadores emocionais podem nem perceber que estão fazendo alguma coisa errada. A raiz do problema reside na necessidade de controlar e dominar, e alguns homens acham que têm esse direito e prerrogativa por serem homens.

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Identifique as principais características do abuso emocional. Por um lado, ele é mais difícil de ser identificado e definido do que o abuso físico. Enquanto este último deixa escoriações e ferimentos que são claramente visíveis e óbvios, os danos e cicatrizes deixados pelo abuso emocional não são tão óbvios assim. Algumas das características principais que os abusadores emocionais usam contra as suas vítimas são: isolar a vítima da sua família e amigos; desencorajar atividades independentes; acusar a vítima de infidelidade; impedimento — sempre discordar e ignorar a perspectiva ou ponto de vista da vítima; e usar o sexo como arma. A motivação do seu marido é exercer poder e controle, degradando-a emocionalmente. Como resultado disso, você poderá sofrer de ansiedade e depressão, falta de autoestima e sentir-se pouco atraente e inútil.

  2. 2

    Reconheça as etapas do abuso. O abuso emocional, assim como o físico, tem várias etapas. Após ter terminado um episódio de abuso, você pode muitas vezes dizer a si mesma que tudo ficará bem. O abuso emocional pode ser dividido em quatro etapas: Primeiro você percebe que a tensão entre vocês dois está aumentando e sente necessidade de apaziguar o seu marido para evitar o abuso. Em seguida, ocorre um episódio de abuso. Ele pode envolver gritos e ameaças, frieza e respostas evasivas, a recusa em deixá-la continuar uma atividade entre outras coisas. Após isso, seu marido pede desculpas pelo comportamento dele. Normalmente no pedido de desculpas está implícita sua culpa. Por fim, a relação volta a um estado de calma após o pedido de desculpas, e você sente-se tentada a perdoar o abuso e a pensar que tal situação não voltará a acontecer.

  3. 3

    Procure apoio de familiares e amigos. Insista no seu direito de manter uma relação saudável com os amigos e com a família, e não aceite não como resposta. Explique a situação aos entes mais íntimos e peça o apoio deles. Encoraje-os a ligar, enviar e-mails e visitá-la pessoalmente.

  4. 4

    Desenvolva um sentido forte de autoestima e autoconfiança. Um passo importante para atingir esse objetivo é procurar ajuda profissional junto de um terapeuta qualificado. Começar a frequentar um grupo de apoio para mulheres que foram vítimas de abuso emocional também a ajudará a superar e compreender as questões relacionadas com o abuso emocional, e como isso afeta o seu sentido de identidade. Não se esqueça de que você não é a origem do problema. As origens do problema estão enraizadas na história psíquica, social e fisiológica do abusador.

  5. 5

    Insista para que o seu marido procure ajuda profissional para lidar com o comportamento abusivo. O abuso emocional não afeta somente a vitima imediata, como também tem sérios efeitos nocivos sobre as crianças. Muitos abusadores aprendem os seus padrões de comportamento abusivo com os próprios pais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível