Como lidar com um funcionário com problemas de higiene pessoal

Escrito por beverlee brick | Traduzido por ana carolina fernandes
Como lidar com um funcionário com problemas de higiene pessoal
Como lidar com um funcionário com problemas de higiene pessoal (Nick White/Digital Vision/Getty Images)

Hábitos de higiene inaceitáveis no trabalho deve ser tratados como qualquer outro problema de comportamento de um empregado. Seja alguém se vestindo impropriamente (ou sem uniforme) ou um funcionário que precisa ser lembrado de tomar banho, essas situações devem ser abordadas por um supervisor.

Abordar essas questões pela perspectiva política da empresa impede que o problema se torne pessoal. Por exemplo, a conversa não precisa ser sobre uma pessoa específica que cheira mal, mas sim sobre como todos os funcionários devem atender a um determinado padrão. Em segundo lugar, se o trabalhador não cumprir a política da empresa, um supervisor terá autoridade para agir.

Instruções

  1. 1

    Mantenha uma cópia escrita da política da empresa sobre vestuário e higiene aceitáveis. Se a sua empresa não tiver uma, elabore. A política deve ser detalhada e incluir um programa de consequências para o descumprimento.

  2. 2

    Reserve um momento para um bate-papo informal com o empregado. O tom dessa conversa deve ser útil e compreensivo, em vez de agressivo ou disciplinador. "Pedro, parece que você anda tendo um pouco de dificuldade de cuidar de si mesmo recentemente. Há algo que eu possa fazer para ajudar?" é preferível a "Pedro, dê um jeito nesse mau cheiro antes que ninguém mais aguente ficar por perto."

  3. 3

    Caso o funcionário não cumpra, tenha uma conversa formal. Chame-o em seu escritório e discuta a sua higiene em termos de política da empresa. Desse ponto em diante, sempre tenha um segundo gerente na sala quando estiver conversando com a pessoa sobre esse assunto.

  4. 4

    Em alguns casos, pode ser apropriado contar com a ajuda de alguns dos colegas de trabalho do empregado. Aproxime-se de alguém que pareça ser próximo dessa pessoa e pergunte se ele pode ajudar a incentivá-lo a aderir às expectativas da empresa.

  5. 5

    Se o empregado ainda não aderir, emita um aviso verbal. Diga a ele especificamente o que precisa ser mudado, além do que vai acontecer se não houver mudança. Mais uma vez, pergunte o que você pessoalmente ou o que a empresa pode fazer para ajudá-lo a cumprir a política definida. Embora essa seja uma advertência verbal, documente a data, hora e natureza da reunião.

  6. 6

    Se o cumprimento ainda for um problema, emita uma advertência por escrito. Por escrito, reveja os dados do problema até esse ponto. Faça um plano de ação escrito para cumprimento futuro, incluindo etapas e prazos específicos. Discuta essa advertência por escrito com o funcionário. Você, o empregado e o outro gerente na sala devem assinar o documento.

  7. 7

    Se o trabalhador não cumprir o seu plano de ação escrito, é hora de considerar medidas mais extremas. Sua empresa deve ter procedimentos específicos para rebaixamento, suspensão e demissão. Aplique-os neste momento.

Dicas & Advertências

  • Cada passo desse processo deve ser como um esforço de equipe. A situação deve envolver você e o empregado trabalhando em conjunto para resolver o problema, e não ofensas e xingamentos.
  • Disciplinar funcionários é um assunto complexo, com algumas repercussões graves se um erro for cometido. Sempre procure a ajuda de recursos legais ou humanos profissionais antes de fazer qualquer tipo de plano disciplinar.
Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível