Mais
×

Como lidar com uma nora manipuladora

Atualizado em 13 junho, 2017

Conflitos entre a sogra e a nora podem variar de desacordos gerais a passivo-agressivo e manipulação. Talvez vocês tenham expectativas não atendidas uma da outra. Você pode ter criado os seus filhos de uma forma diferente de como ela foi criada. Se você sentir que o comportamento manipulador da sua nora está te causando problemas, pode ser difícil resolver a situação com seu filho e netos no meio. Quando estiver lidando com uma nora manipuladora, trate cuidadosamente, mas estabeleça a sua autoridade para proteger a você mesma, bem como as suas relações familiares.

Instruções

Se você tem problemas com a sua nora, fale com ela diretamente (nPine/nPine/Getty Images)
  1. Reconheça o comportamento manipulador. Uma nora manipuladora pode usar táticas sutis, que podem fazer com que você se questione por quê se sente ameaçada, de acordo com “Manipulative Family Members or Partners” (Parceiros ou familiares manipuladores), de autoria do assistente social Tom Fletcher e da conselheira de saúde mental, Anita Fletcher, do Fletcher Counseling PPLC. Faça uma anotação mental das vezes que a sua nora se finge de vítima, se tornando defensiva e acusando você de ser a pessoa com culpa. Esteja consciente quando ela explora as suas fraquezas e tira vantagem delas. Reconheça quando ela está tentando fazer com que membros da família fiquem um contra o outro -- como você e o seu filho ou você e os seus netos -- para entendê-la.

  2. Declare os seus limites e não se sinta culpada de dizer "não". Fale de uma maneira calma, mas assertiva -- não agressiva-- quando você reconhecer que a sua nora está tentando te manipular. Fique firme para mostrá-la que você sabe que ela não pode usar táticas dissimuladas para controlar a situação quando você está envolvida. "Eu não aprecio ser emocionalmente chantageada. Se você gostaria que eu fizesse algo, me peça diretamente e nós podemos discutir sobre o assunto sem envolver as crianças". Estabeleça uma consequência para um limite extrapolado. Por exemplo, "Dá próxima vez que eu for incapaz de cuidar de seus filhos e você ameaçar deixá-los sozinhos, eu terei que pedir para que contrate uma babá de verdade". Isso vai mostrar a ela que você não vai cair na armadilha de acreditar que é sua falta.

  3. Torne-a responsável pelas suas próprias ações e sentimentos. Esteja preparada para que ela tente inverter a culpa para fazer você se sentir culpada, avisa a terapeuta familiar Kim Jones, no blog "Emotional Manipulation". É importante que ela seja feita responsável -- de outra maneira, ela pode nunca mudar, diz o psicólogo George Simon em “Playing the Blame Game as a Manipulation Tactic” (Usando o jogo da culpa como uma tática de manipulação), no site Counselling Resource. Recuse a se desculpar quando ela tentar fazer você se sentir mal por algo que não é sua culpa.

  4. Esclareça o comportamento dela. Faça perguntas que revelem o comportamento manipulador, sugere o professor de comunicação, Preston Ni, em “How to Spot and Deal With Manipulative People” (Como localizar e lidar com pessoas manipuladoras) para a revista Psychology Today. "Você acha que é justo me pedir um empréstimo dessa quantia em dinheiro? Eu me importo com você e o meu filho, mas eu tenho as minhas próprias dívidas para pagar". Tente soar mais lógica do que zangada. Isso pode abrir os olhos dela para o quão despropositado é o pedido que ela lhe faz.

  5. Ganhe o controle usando o tempo. Quando a sua nora faz um pedido egoísta ou despropositado, exigir uma resposta imediata pode ser o jeito dela pressionar você a concordar com algo que não quer fazer. Diga a ela que você vai pensar sobre o assunto. Isso vai te dar tempo para pensar se ela está ou não pedindo muito.

  6. Considere uma terapia. Encontre um terapeuta que seja especializado em relações nora e sogra. Você pode ter que procurar um pouco para achar o profissional certo para o seu caso. O terapeuta pode ser capaz de te ajudar em situações específicas referentes à sua nora, filho e netos. Se você acha que o comportamento manipulador dela está afetando outros membros da família, considere pedir que o resto da família participe com você na terapia.

Dicas

  • Evite reclamar para o seu filho, diz a psicoterapeuta clínica Deanna Brann, na seção de perguntas e respostas do site dela. Lide com a sua nora diretamente. Se a situação não envolver o seu filho, colocá-lo no meio pode fazê-lo sentir que ele é obrigado a consertar as coisas e isso pode causar estresse no casamento dele e na relação com você.

Aviso

  • Desista de tentar mudar a sua nora, pois ela pode nunca mudar. Ao invés disso, foque em controlar o seu próprio comportamento e como você lida com as situações referentes a ela, sugere Ni.
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article