Como lidar com um ente querido viciado em drogas

Escrito por ehow contributor | Traduzido por marcella narvaes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como lidar com um ente querido viciado em drogas
O viciado não é o único afetado pelas drogas (Visage/Stockbyte/Getty Images)

O vício em drogas tem muitas consequências, mas a pessoa que está sofrendo com o vício não é a única afetada. Os entes queridos também têm medo, tristeza, raiva e até problemas de co-dependência quando ficam cientes do problema com as drogas. Aqui estão algumas dicas para ajudar a lidar com o vício de uma pessoa amada.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Mantenha as esperanças e não desista da pessoa amada. Essa é uma época muito difícil, mas é importante permanecer positivo pelo viciado e por você.

  2. 2

    Estabeleça limites. Lembre-se que você não pode obrigar o viciado a escolher uma vida longe das drogas; deve ser uma escolha que ele faça por si mesmo. Contudo, esse processo é raramente realizado sem o amor e o apoio dos familiares e amigos.

  3. 3

    Pare de proteger a pessoa ao tentar esconder o vício ou mentir para outros.

  4. 4

    Procure terapia profissional ou aconselhamento de um psicólogo licenciado. Um conselheiro profissional será capaz de conversar apropriadamente sobre os assuntos complexos que estão envolvidos por se preocupar com alguém que está destruindo sua própria vida.

  5. 5

    Participe de grupos de apoio com outras famílias que possuem o mesmo problema. Isso o ajudará a conversar com outras pessoas que também estão passando pelas mesmas dificuldades.

  6. 6

    Participe de um programa de intervenção que seja guiado por um profissional experiente em vício em drogas.

  7. 7

    Aproveite o fácil acesso a recursos na internet, livros e ferramentas de auto-ajuda. Você pode encontrar algo com que consiga se conectar e aprender.

Dicas & Advertências

  • Seja honesto consigo mesmo sobre o vício do ente querido.
  • Trabalhe junto com outros membros familiares para fazer as decisões e apoiarem um ao outro.
  • Saiba que isso não é sua culpa.
  • É mais que normal querer ajudar alguém que esteja viciado em drogas, mas você deve se lembrar de cuidar e se preocupar consigo mesmo também.
  • Lembre-se que sua segurança é importante. Uma pessoa viciada provavelmente não se comportará em sua maneira usual.
  • Tente não se concentrar no passado, mas sim em superar o vício.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível