Como lidar com a síndrome do ninho vazio

Escrito por ehow contributor | Traduzido por bruno laget
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como lidar com a síndrome do ninho vazio
Como lidar com a síndrome do ninho vazio

A hora que um filho deixa o lar pode ser muito difícil para um pai ou uma mãe, mas dado tempo e motivação, também pode ser uma oportunidade para mudanças excitantes.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Classificados
  • Revistas de hobbies
  • E-mail
  • Grupos de suporte
  • Terapeutas
  • Agências de viagem
  • Artigos de papelaria
  • Telefone celular

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Não fique alarmado se você experimentar sentimentos de tristeza e perda de propósito quando seu filho sair de casa. São reações normais.

  2. 2

    Encontre alguém para conversar sobre o assunto, como um esposo ou amigo. Se não se sentir melhor, consulte um terapeuta treinado no campo.

  3. 3

    Considere um grupo de apoio. Mesmo que não participe, um grupo com experiências similares pode oferecer informação, amigos novos, soluções criativas e um ouvido simpátivo.

  4. 4

    Encontre informações sobre a síndrome do ninho vazio. Livros e páginas da internet podem ajudar a entender o que você está passando.

  5. 5

    Se envolva. Comece um novo hobby, esporte ou esforço voluntário para reconquistar seu senso de propósito e preencher as horas solitárias.

  6. 6

    Encontre algo pelo que esperar. Visitar seus filhos ou sair de férias - sozinho, com seu par ou com amigos - ajudará sua mente a aguardar esse algo positivo.

  7. 7

    Ache alguma forma de se comunicar regularmente com seus filhos por telefone, e-mail ou cartas. Tenha em mente que essa é uma hora revigorante no seu relacionamento com o filho - a chance de ir além da relação pai-adolescente e se tornar um amigo importante e confiável do jovem adulto.

Dicas & Advertências

  • Considere "adotar" o bebê de algum amigo ou um cão, fazer trabalhos de babá ou se tornar o conselheiro de algum jovem. Existem várias oportunidades voluntárias que podem lhe preencher e fazer o tempo voar.
  • Se for casado, considere esta uma hora para se reaproximar do seu par. Noites quietas, longas caminhadas, viagens impulsivas e jantares são possíveis agora que as crianças não estão ao redor.
  • Se você sempre quis um bicho de estimação mas não tinha tempo, esta é a hora.
  • Se precisar de ajuda, não hesite em pedi-la.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível