Como ligar um resistor variável

Escrito por kim lewis | Traduzido por marcelo couto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como ligar um resistor variável
Utilização de um resistor variável

Um potenciômetro, chamado de "pot", também é conhecido como resistor variável. Resistores variáveis são usados quando há necessidade de mudar a resistência dinamicamente para controlar a corrente em um circuito, mas também pode ser utilizado para fazer um divisor de tensão. Por exemplo, são utilizados para controlar o volume de um rádio ou o brilho de uma lâmpada. São encontrados nas mais variadas formas e têm o mesmo símbolo dos resistores, exceto por uma flecha apontando para o seu meio. Potenciômetros diferem dos resistores normais, pois possuem três terminais, ao invés de dois. O terminal central é chamado de "cursor". Quando um potenciômetro é utilizado como divisor de tensão, todos os três terminais são ligados separadamente. Mas quando seu uso é restrito a um reostato, somente duas ligações são necessárias.

Qualquer lado de um resistor variável pode ser ligado a uma placa de circuito, e o lado que sobrar deve ficar flutuando ou ser aterrado, mas o cursor sempre deve ser ligado. Esse terminal deve ser aterrado ou ligado à fonte de alimentação do circuito. Por exemplo, o terminal esquerdo do pot pode estar ligado na fonte e o cursor no terra, ou o contrário, com o terminal direito no lugar do esquerdo. Mudar o lado da conexão do resistor variável também altera o sentido no qual o botão deve ser girado para obter a resistência máxima. O lado do pot que não for usado pode ser deixado desconectado, ser ligado a uma parte não utilizada da placa de montagem ou aterrado. No exercício abaixo, será praticada a ligação de um resistor variável de maneiras diferentes em um circuito em série.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Bateria com suporte
  • Placa de montagem
  • Potenciômetro
  • Multímetro
  • LED de baixa tensão
  • Resistor
  • Fios
  • Chave (opcional)

Lista completaMinimizar

Instruções

    Instruções

  1. 1

    Comece fazendo o esquemático acima conectando o suporte da bateria (não é mostrado) na placa de montagem.

  2. 2

    Conecte o terminal 1 do potenciômetro à fonte de alimentação e prenda o cursor (terminal 2) ao terra. Deixe o terminal 3 desconectado.

  3. 3

    Coloque a combinação do resistor limitador e o LED no circuito. Faça isso de maneira que o resistor fique em série e conectado ao terminal positivo do LED, e esse deve ter seu terminal negativo aterrado.

  4. 4

    Fixe a bateria no suporte. Gire o botão do resistor variável e observe como o brilho do LED muda.

  5. 5

    Agora, prenda o terminal 3 em uma parte não utilizada da placa de montagem e teste o circuito novamente.

  6. 6

    Aterre o terminal 3 ligando um fio a ele ou colocando a conexão no local apropriado da placa de montagem. Teste o circuito novamente.

  7. 7

    Repita todos os passos anteriores, mas dessa vez utilize o cursor na fonte de alimentação, o terminal 3 no terra e deixe o terminal 1 desconectado. Como alternativa, apenas inverta os terminais; coloque o 3 na fonte e deixe o cursor aterrado. Observe como agora é necessário trocar o sentido de rotação do botão para atingir a tensão máxima.

Dicas & Advertências

  • Com um multímetro, é possível testar a resistência atual do potenciômetro antes de usá-lo.
  • Pode-se substituir a combinação LED/resistor por um dispositivo diferente, como um motor simples, uma campainha ou um ventilador pequeno.
  • Lembre-se de verificar a polaridade do LED antes de colocá-lo no circuito.
  • Tenha cuidado para escolher um resistor com valor alto o suficiente para limitar a corrente no LED ou estará arriscando queimar o componente. Verifique as instruções do fabricante para mais detalhes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível