×
Loading ...

Limpeza dentária para cães sem anestesia

Atualizado em 17 abril, 2017

Uma boa higiene oral é indispensável para o bem-estar do seu cachorro, pois, assim como os humanos, os cães também enfrentam o acúmulo de tártaro nos dentes. Se não for tratado, esse tártaro leva a problemas dentários como gengivite, piorreia, mau hálito e perda dos dentes. Pior ainda, as bactérias nocivas podem entrar na corrente sanguínea do seu cão, enfraquecer seu sistema imunológico e causar doenças cardíacas ou outros distúrbios crônicos. É comum fazer uma limpeza nos dentes de um cachorro com anestesia; no entanto, talvez você prefira uma limpeza sem anestesia, por ser uma opção mais barata e com menos riscos do que a outra.

A limpeza dentária para cães sem anestesia é livre dos efeitos colaterais da limpeza com anestesia (smile. image by Iourii from Fotolia.com)

Benefícios

A limpeza dentária sem anestesia é livre dos vários efeitos colaterais que a limpeza com anestesia apresenta, incluindo náusea, sonolência prolongada e até mesmo a morte, que podem ocorrer em alguns cães. Os procedimentos odontológicos com anestesia não levam em consideração as necessidades dentárias individuais do cão, com base em sua idade, sua saúde e suas condições de vida. De acordo com o site Animal Dental Care, a limpeza dentária sem anestesia é uma alternativa segura para cães mais velhos e para os que sofrem de doenças crônicas, como doenças de rim, fígado e coração, que não são candidatos ideais para tratamentos em geral com anestesia.

Loading...

Técnica

Um higienista dental treinado começa o procedimento com técnicas intuitivas para persuadir gentilmente o seu cão em preparação para a limpeza dentária sem anestesia. Colocando-se na altura dos olhos do cão, o higienista utiliza uma ferramenta manual para remover a placa dura e escamosa acima e abaixo da linha da gengiva. Em seguida, ele faz o polimento dos dentes do seu cão, escova-os e aplica um enxaguante antisséptico.

Considerações

Às vezes, o temperamento agressivo e não cooperativo do cão pode não propício para um procedimento odontológico sem anestesia. O site K9 Loft afirma que um dentista treinado e com experiência em tratamentos sem anestesia pode, no início do procedimento, determinar se o temperamento do cão permitirá com sucesso uma limpeza dentária sem anestesia. Se o cão não puder ser controlado, recomendam-se opções alternativas de tratamento odontológico.

Exceções

A limpeza dentária sem anestesia não pode ser realizada em cães que sofrem de problemas dentários como gengivite grave, cáries, dentes fraturados ou estomatite. Se no início do procedimento for descoberto um dente fraturado ou frouxo, doença de gengiva, tumores, abscesso ou qualquer condição odontológica que exija a intervenção de um veterinário, a limpeza dentária sem anestesia não será feita em seu cão.

Frequência

Os cães com mais de três anos de idade devem ser submetidos a uma limpeza dentária sem anestesia a cada quatro ou doze meses. Uma dieta saudável, a idade do seu cão e a sua raça determinam a sua saúde dentária geral. A limpeza dentária sem anestesia do seu cão não deve ser um substituto para check-ups dentais regulares que incluem raios-X na clínica veterinária.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...