×
Loading ...

Linfedema na perna de um cão

Atualizado em 21 novembro, 2016

O linfedema é um inchaço nos membros que ocorre quando uma obstrução impede o fluxo de linfa e causa um acúmulo localizado. Esse problema envolve duas variações: primário e secundário. Os cães que apresentam sintomas devem ser examinados por um veterinário para a realização do diagnóstico e o tratamento médico.

Certas raças são mais propensas a desenvolver linfedema (poodle image by veseliysyslik from Fotolia.com)

Linfa e linfedema

A linfa é um fluido corporal rico em proteínas que ocorre naturalmente e desloca-se através do sistema circulatório. Quando a passagem da linfa pelos vasos é bloqueada, o fluido se acumula nos membros.

Loading...

Linfedema primário

O linfedema primário é uma característica genética ou congênita que é visível no momento do nascimento ou desenvolve-se durante o primeiro ano de vida. De acordo com o site Canine Inherited Disorder Database, essa condição só foi relatada nas seguintes raças: pastor belga tervuren, borzoi, buldogue inglês, pastor alemão, braco alemão de pelo curto, dogue alemão, labrador, old english sheepdog, poodle e rottweiler.

Linfedema secundário

O linfedema secundário ocorre como resultado de um trauma específico. As causas comuns incluem danos aos vasos linfáticos ou linfonodos devido a lesões, infecções, câncer ou radiação.

Sintomas

O principal sintoma é o acúmulo de fluidos que causa inchaço nos membros. Isso geralmente é observado nos dedos das patas e espalha-se gradualmente, para cima conforme a linfa é acumulada nos tecidos.

Tratamento

Não há cura para o linfedema. Os veterinários normalmente buscam minimizar os sintomas ao controlar o inchaço.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...