Lista de barreiras ao eCommerce

Escrito por belinda tucker | Traduzido por eliseu cesario
Lista de barreiras ao eCommerce

A internet mudou para sempre o jeito de empresas fazerem negócios

Photos.com/Photos.com/Getty Images

Embora ainda existam barreiras para impedir o sucesso do e-business, muitos empreendedores e executivos têm suficiente autoconfiança para se comprometer com os clientes pela internet. Barreiras comuns no e-commerce incluem: questões de confiança dos consumidores, definições de regras, legislação internacional e barreiras de língua. Quando há oportunidade para rápida expansão de mercado, muitas empresas entendem que os benefícios vão muito além dos custos.

Outras pessoas estão lendo

Confiança do consumidor

Devido às histórias nos jornais sobre golpes pela internet e roubo de identidade, consumidores ficam inseguros quanto ao sigilo de suas informações financeiras, ainda que satisfeitos com os muitos benefícios das compras online. Consumidores conservadores não fazem compras online devido a esta falta de confiança. Questionamentos sobre responsabilidades são parte do problema. Os compradores se preocupam sobre a devolução de bens a uma empresa da internet sobre a qual nada sabem. O secretário de comércio americano Gary Locke afirmou que "a internet não alcançará seu completo potencial até que usuários e consumidores se sintam mais seguros e confiante do que atualmente quando se conectam".

Restrições de comércio

Um dos maiores benefícios e desafios do e-commerce é fazer negócios com outros países. As firmas devem ajustar seus preços e procedimentos para refletir os novos custos e necessidades operacionais associadas ao comércio internacional. Tarifas, impostos, tratados comerciais, flutuação do câmbio e custos de embarque devem ser incluídos em uma nova equação para determinar estes custos. Além dos pesados gastos associados a uma nova base de consumidores por todo o mundo, há também os custos internos a considerar. Por exemplo, a companhia deverá contratar empregados e treiná-los para entender o complicado labirinto de impostos, tarifas e restrições comerciais. O comércio internacional aumenta o trabalho burocrático significativamente, uma vez que a necessidade de relatórios aumenta.

Legislação internacional

Uma das maiores preocupações com respeito ao e-commerce internacional está relacionada à responsabilidade legal. Companhias que operam em um país apoiam-se no sistema legal para processar civil ou criminalmente adversários que burlaram a lei governamental para condução de negócios. Cruzar a fronteira para fazer comércio com um país diferente e com um sistema legal completamente diverso apresenta uma barreira definitiva que deve ser considerada. Dependendo do tipo de negócio em questão e do sistema legal do outro país, essa barreira poderia ser arriscada demais para justificar a transação.

Barreiras de língua

A empresa deve considerar as barreiras de língua ao fazer negócios em outros países. Expandir o mercado, incluindo o e-commerce mundial requer, com frequência, atualizar e adicionar materiais de marketing e novas embalagens em línguas diferentes. Os custos continuam a aumentar, uma vez que mais empregados fluentes nas línguas daqueles mercados serão necessários para o serviço de suporte ao cliente. O valor do capital necessário para vencer essa barreira inerente às operações de e-commerce proíbe que muitas pequenas empresas se expandam para mercados estrangeiros sem um cuidadoso planejamento.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2015 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media