on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Lista de verificação de atitudes de bom comportamento em sala de aula

Atualizado em 16 fevereiro, 2017

O objetivo final de qualquer estratégia de administração de comportamentos em sala de aula é ajudar as crianças a desenvolverem o auto-domínio. Ao implementar um sistema de verificação de atitudes de bom comportamento, identifique os principais problemas que ocorrem em sua classe. Escolha três ou quatro específicos para trabalhar. Faça um cartaz com a lista e refira-se a ela com frequência. Com o tempo, as crianças começarão a regular umas às outras e a elas mesmas. Aponte os momentos em que elas estejam comportadas da mesma forma como as corrige, utilizando uma linguagem específica como "adoro o jeito como vocês estão sentados e prontos para ouvir".

Planeje atividades interessantes e envolventes e desenvolva relacionamentos fortes para minimizar problemas de comportamento (vacation study 8 image by Paul Moore from Fotolia.com)

Tipos

Use listas de verificação de atitudes de bom comportamento para toda a turma ou para uma determinada criança. Se necessitar da segunda opção, aja discretamente para evitar situações embaraçosas. Faça listas para uma atividade ou período específico, ou para todo o dia. Por exemplo, comportar-se durante o momento de ouvir estórias ou de definição do calendário é frequentemente um desafio para alunos do jardim de infância. Faça um cartaz simples descrevendo os comportamentos que deseja ver durante os trabalhos em grupo, tais como "ouvidos atentos, bocas caladas, olhos abertos". Inclua fotos dessas partes do corpo. Mostre o cartaz no início da atividade como lembrança e refira-se a ele se necessário, até que as crianças entendam as expectativas. Os mais velhos podem lidar com uma lista mais detalhada, que descreva os comportamentos esperados por todo o dia. Faça um cartaz que liste alguns deles como: ouvir, andar devagar ou trabalhar em silêncio.

Loading...

Cronograma

Decida com antecedência quando e como será utilizada a lista de verificação ao longo do dia. Se você se referir demais a ela, as crianças começarão a se ressentir. Se deixá-la de lado, elas irão esquecer. Duas ou três vezes por dia é a frequência adequada. Escolha um método de monitoramento de seu progresso, como a utilização de adesivos ou marcadores. Ocasionalmente, ofereça uma recompensa pelo bom comportamento, como um intervalo extra ou mais tempo em algumas atividades para motivar as crianças, mas use-as com precaução. Se utilizadas em excesso, os alunos não desenvolverão o autocontrole interno.

Considerações

Considere os motivos para o mau comportamento e elimine-os, se possível. Por exemplo, alunos jovens podem não fazer fila em silêncio porque não entendem as instruções. Coloque um pedaço de fita no chão e mostre a eles como se posicionar, um de cada vez, em cima da marca. Interrompa longos períodos de aprendizado em silêncio com intervalos, lanches, projetos de arte ou atividades que exijam movimentos, para reduzir falatórios e barulhos. Tente métodos de ensino diretos e faça pequenas mudanças no cronograma para eliminar problemas de comportamento antes de instituir uma lista de verificação.

Estratégias de longo prazo

Consulte as crianças ao desenvolver uma lista de verificação para atitudes de bom comportamento. Enfatize que seu objetivo ao definir expectativas é de estabelecer uma classe divertida e segura para o aprendizado -- e não porque você é o professor e está mandando. Peça aos alunos para ajudar a desenvolver expectativas razoáveis e justas e incentive-os a isso. Ao utilizar uma lista de verificação, refira-se a ela com frequência no início, mas lentamente deixe-a de lado conforme as crianças forem aprendendo a se autogovernar.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...