O que é uma litografia em offset?

Escrito por paula swenson | Traduzido por pina bastos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que é uma litografia em offset?
Pranchas de offset (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Uma litografia em offset é uma impressão feita pelo processo de litografia em offset. O termo offset indica que a impressão não é feita diretamente de pranchas de impressão. Em vez disso, a imagem é transferida para outra superfície e dessa para o papel. Esse processo é mais frequentemente usado para impressão comercial, raramente para arte. Impressões em larga escala, como de jornais, revistas e publicidade são, na maioria das vezes, litografias em offset.

Outras pessoas estão lendo

História

A primeira impressão conhecida em offset foi uma descoberta acidental. Em 1903, Ira Washington Rubel notou que a impressão que ele conseguira quando uma imagem acidentalmente transferida do cilindro de pedra de impressão para a prancha de impressão de borracha era mais clara que a imagem original. A borracha macia deu uma imagem mais limpa e mais clara que a prancha dura de pedra quando transferida para o papel. Ele usou essa informação para inventar um novo tipo de prensa de impressão. Na mesma época, Charles e Albert Harris fizeram uma descoberta semelhante e produziram a sua própria versão da prensa offset. A prensa feita pela Harris Automatic Press Co. tinha uma prancha de metal e um "cilindro cobertor". Esse arranjo permitia o uso de papel em grandes rolos. Por volta dos anos 1950, a litografia em offset era e ainda é a forma mais comum de impressão, além de algumas inovações digitais de pré-impressão.

Vantagens

A litografia em offset tem uma alta qualidade de imagem. Como o "cobertor" de borracha é levemente flexível, ele se adapta à textura da superfície sendo impressa e assim produz imagens nítidas e limpas. É também mais rápido e fácil produzir as pranchas de impressão e elas duram mais porque só entram em contato com o cobertor de impressão, que é mais macio e menos abrasivo que o papel. A litografia em offset é também a maneira mais barata de produzir imagens de alta qualidade em grandes quantidades.

Desvantagens

O processo não é prático para pequenas quantidades em virtude do custo de produção das pranchas. A qualidade da imagem, embora excelente para fins comerciais, não é tão boa como a da impressão em roto ou fotogravura. Essas são mais propícias para imagens de artes visuais. O alumínio anodizado usado nas pranchas pode se tornar quimicamente sensível com o tempo e produzir imagens fantasmas em áreas não impressas.

Processo

Primeiro, uma imagem é criada ou transferida fotográfica ou digitalmente para uma fina prancha de impressão feita de metal ou de plástico. Na litografia em offset, a imagem na prancha de impressão não é posta em alto ou baixo relevo como na linotipia ou na gravura. Uma tinta à base de óleo é aplicada na prancha de impressão e só adere às áreas de imagem da superfície. A imagem tintada é, então, transferida por pressão para o cilindro do cobertor de borracha e, dali, impressa no papel.

Litografias na arte

A litografia artística passa por um processo diferente e de múltiplas etapas. Também usa tintas à base de óleo, mas cada cor é aplicada separadamente, à mão, e, assim, uma única impressão litográfica leva meses para ser produzida. As litografias em offset de arte são reproduções impressas e, portanto, não são obras de arte originais. Para ver a diferença entre litografias feitas à mão e em offset, use uma lente de aumento. Nesta última, você verá que a cor é feita de muitos pontos. Nas originais, você verá uma cor sólida.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível