Qual a madeira ideal para um sofá?

Escrito por nicholas briano | Traduzido por thiago silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Qual a madeira ideal para um sofá?
A madeira usada em um sofá é um componente vital (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

A estrutura de um sofá e a qualidade com que foi construída determinarão a longevidade do móvel. O estofamento é tão importante quanto. Se você compra um móvel com o melhor couro possível, mas a estrutura não foi feita corretamente, ele não durará muito. A madeira usada na construção de um sofá tem um grande papel na hora de determinar sua qualidade.

Outras pessoas estão lendo

A madeira importa

A estrutura do sofá é peça principal de seu design, bem como sua capacidade de aguentar o passar dos anos. Se você não pretende usar o móvel diariamente ou o encara como uma solução temporária, então este não é um fator muito importante para a sua decisão. Porém, se você tem filhos ou animais de estimação que ficarão pulando para cima e para baixo no sofá, tenha em mente a madeira empregada em sua fabricação. Material mais barato não aguentará o desgaste cotidiano por muito tempo.

Madeira seca em estufa

A maioria das madeiras usadas em sofás de qualidade passa por secagem em estufa, um dispositivo de alta temperatura usado para curar cerâmica. Quando o material passa por este processo, toda sua umidade é removida. Isso impede que a madeira deforme com o tempo, algo que pode contribuir com rachaduras. A madeira tem umidade própria, que se não passar pelo tratamento na estufa, evapora com o tempo, deformando o material e adicionando um estresse desnecessário ao mesmo.

Madeira de lei é a melhor

A maioria das madeiras de lei usadas em sofás e secas em estufas são um bom indicativo de qualidade do móvel. Algumas das mais populares são carvalho e bordo, por conta de sua capacidade de envelhecer mantendo a durabilidade. São materiais extremamente difíceis de se quebrar. Estruturas de metal também podem ser utilizadas em sofás, mas são raras. Ocasionalmente, fabricantes fazem uma combinação de metal e madeira pra cortar custos ao oferecer um produto mais resistente e feito com madeira mais barata. Geralmente estas estruturas são montadas com buchas e colas para madeira, às vezes, com parafusos.

Materiais a serem evitados

Pinheiro e abeto são usados em sofás mais baratos. Estes materiais são mais macios por natureza e cedem com maior facilidade que carvalho ou bordo. Se seu orçamento permitir, evite esse tipo de madeira caso a longevidade e durabilidade do móvel seja uma de suas preocupações. Aglomerado é a opção mais barata e não dura muito tempo, geralmente ele é preso com pregos ou grampos, que não se dão muito bem com madeira. Com a passagem do tempo, isto pode contribuir para danos na estrutura.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível