Mais
×

As maiores baladas do Rio

A Cidade Maravilhosa é sinônimo de festa. Opções não faltam. Há festas para quem deseja encontrar alguém interessante, sair com os amigos ou apenas dançar. E há baladas para todo estilo de música e para todos os bolsos. Selecionar uma lista das melhores baladas da cidade é uma tarefa difícil. Como toda lista, muita coisa boa também fica de fora. Sendo assim, veja a seguir uma seleção das baladas mais destacadas para cada um dos principais estilos: samba, música eletrônica, poprock e, é claro, o típico funk carioca.

A Cidade Maravilhosa é sinônimo de festa (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Rio Scenarium

O Rio de Janeiro sem samba não é o Rio. Bem no Centro da cidade fica um dos espaços mais interessantes para quem curte samba, choro e MPB. O Rio Scenarium é um casarão de três andares que chega a receber 2 mil pessoas a cada fim de semana. A casa reforça o processo de revitalização do Centro Histórico. Por isso, a decoração é um caso à parte, com uma série de móveis, obras de arte e objetos decorativos no estilo vintage. A programação conta com atrações de todo o Brasil.

Endereço: Rua do Lavradio, 20, Centro Antigo.

Fora do carnaval, o Rio Scenarium é o reduto do samba no Rio (Creatas/Creatas/Getty Images)

00 (Zero Zero)

Localizada dentro do Planetário da Gávea, a balada da 00 (Zero Zero) é uma das mais tradicionais da Cidade Maravilhosa. A casa noturna possui palco para apresentações ao vivo, pista de dança sofisticada e uma área externa de lounge com um charmoso jardim. O som que mais toca na balada é mesmo música eletrônica, especialmente house. Mas há noites de black music. Já a parte do restaurante conta tanto com pratos tradicionais da culinária tropical quanto sushi bar.

Endereço: Avenida Padre Leonel Franca, 240, Gávea.

O som que mais toca na balada é mesmo música eletrônica (George Doyle/Stockbyte/Getty Images)

Galeria Café

A boa pedida para o público GLS é o clássico Galeria Café, que há anos abala a noite gay carioca. A programação é agitada a partir de quarta-feira. Mas a festa fica realmente boa mesmo nas noites de sexta e sábado. Além da badalação, o Galeria reúne arte e decoração. O local abriga uma galeria de arte onde é possível apreciar uma série de pinturas, fotografias, esculturas e manifestações artísticas em geral. De noite, os estilos musicais variam, para abrigar todas as tribos. É possível escutar desde house, tribal e lounge até o rock clássico dos anos 70.

Endereço: Rua Teixeira de Melo, 31, Ipanema.

A boa pedida para o público GLS é o clássico Galeria Café (Michael Blann/Digital Vision/Getty Images)

Castelo das Pedras

Um dos bailes mais antigos do Rio de Janeiro, o Castelo das Pedras existe há quase duas décadas. Nos dias mais badalados (sexta, sábado e domingo), é possível ver um público variável, que vai desde artistas globais a jogadores de futebol. Esse é um dos redutos mais tradicionais do funk carioca. O local possui uma grande estrutura, para abrigar três andares de pista de dança, três bares, 15 camarotes, mais de 80 caixas de som e espaço para abrigar até 6 mil pessoas.

Endereço: Estrada de Jacarepaguá, 3600, Barra da Tijuca.

Um bom lugar para curtir o funk carioca é no Castelo das Pedras (George Doyle/Stockbyte/Getty Images)
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article