Manchas fúngicas em folhas de palmeiras

Escrito por erin maurer | Traduzido por deivid assis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Manchas fúngicas em folhas de palmeiras
As folhas de palmeiras podem tornar-se manchadas quando o fungo estiver presente (palm trees image by john barber from Fotolia.com)

As infecções fúngicas são uma das principais ameaças à saúde de uma palmeira. Normalmente, as evidências são vistas primeiramente nas folhas da planta. Podem aparecer manchas ou alteração nas cores, de verde-escuro para amarelo ou verde pálido. O diagnóstico de infecção fúngica é difícil e pode exigir uma consulta a um especialista. Existem poucos tratamentos para muitas infecções, mas o monitoramento das plantas é a melhor maneira de mantê-las saudáveis.

Outras pessoas estão lendo

Tipos de fungos

Existem três tipos principais de fungos que atacam as palmeiras, segundo o site Tree Help. A podridão parda, causada pelo fungo Ganoderma zonatum, é uma doença potencialmente letal que atinge as palmeiras. Os fungos mais comuns causam apodrecimento dos botões e fusariose. Outros fungos que podem causar manchas nas folhas de palmeiras incluem Annellophora, Bipolaris, Cercospora, Colletotrichum, Calonectria, Exserohilum, Gliocladium, Pestalotiopsis, Pestalotia, Phaeotrichoconis, Phyllachora, Pseudocercospora e Stigmina, de acordo com a Universidade da Flórida.

Sintomas

As infecções fúngicas são geralmente caracterizadas por pequenas lesões nas folhas que variam de amarelo a preto. De acordo com a Universidade da Flórida, essas manchas podem se espalhar e comprometer toda a folha, caso não tratadas. A podridão parda é caracterizada por murchar as folhas da palmeira. A Gandomera faz com que as folhas mais velhas caiam da árvore e que as novas cresçam amareladas ou em tom verde pálido e o fungo aparece no tronco da árvore. Já a fusariose começa nas folhas inferiores das palmeiras, com estrias marrons aparecendo nas hastes das folhas. Nas plantas infectadas crescem folhas jovens e pequenas na base da palmeira, conhecidas como folhetos. Os folhetos de um lado do fronde murcham e morrem, enquanto os outros permanecem verdes.

Condições subjacentes

Algumas condições subjacentes podem contribuir para a capacidade de um fungo atacar uma árvore. De acordo com um artigo publicado no St. Petersburg Times, uma árvore doente é mais susceptível ao ataque de fungos do que uma árvore saudável. As infecções por pragas, falta de cuidados e deficiências do solo podem contribuir para a deterioração de uma palmeira.

Tratamentos

As infecções fúngicas são difíceis de tratar e um diagnóstico preciso é essencial para o tratamento adequado. Um especialista deve examinar os esporos dos fungos para obter o diagnóstico, de acordo com a universidade da Flórida. Não há cura conhecida para palmeiras infectadas com fusariose e podridão parda, de acordo com o St. Petersburg Times. As árvores infectadas com essas condições devem ser imediatamente removidas. Novas árvores não devem ser plantadas no mesmo solo, pois o fungo pode permanecer. Os fungicidas podem ajudar no tratamento de outros tipos de infecções fúngicas.

Dicas para o crescimento saudável das palmeiras

A melhor maneira de evitar que um fungo infecte uma palmeira é cultivar plantas saudáveis. Fertilize-as com aplicação de fertilizantes em meses alternados. Deixe as folhas saudáveis ​​intocadas, porque o excesso de poda aumenta o potencial de uma árvore contrair a doença. Pode as plantas mortas com ferramentas higienizadas. Por último, verifique se há nas folhas sinais de manchas para detectar as doenças fúngicas precocemente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível