Maneiras de acabar com o sexismo em sala de aula

Escrito por david coodin | Traduzido por mayara leal
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Maneiras de acabar com o sexismo em sala de aula
Garantir a igualdade de gênero é responsabilidade do professor (Jupiterimages, Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images)

O sexismo pode manifestar-se de muitas maneiras em uma sala de aula. Ele pode aparecer abertamente, como quando são colocadas expectativas diferentes em meninos e meninas, ou pode acontecer de maneiras mais sutis, como quando os exemplos nos livros didáticos predefinem os papéis dos gêneros. Combater o sexismo em sala de aula pode ser um desafio, dependendo da profundidade de suas raízes. No entanto, há uma variedade de estratégias simples para certificar que a sala de aula é um ambiente de inclusão e igualdade.

Outras pessoas estão lendo

Linguagem neutra

Mesmo aparentemente inócua a linguagem pode promover o preconceito de gênero. Ao abordar a classe, por exemplo, evite dizer termos masculinos que favoreçam os meninos. Em vez disso, use um termo de gênero neutro, como "turma". Incentive seus alunos a usarem "ele ou ela" ao dar exemplos. Se eles se esquecerem não castigue, mas use a oportunidade para discutir como o preconceito de gênero invade nossa língua. Da mesma forma, certifique-se que os exemplos em suas aulas alternem entre os sexos. Se estiver usando um livro antigo que utilize apenas "ele", informe seus alunos e os faça corrigi-lo.

Promova a integração

Não importa a faixa etária da sua turma, certifique-se de que o trabalho em grupo seja feito sem separação de gênero. Nunca divida os alunos com base no sexo. Às vezes, especialmente em determinadas faixas etárias, eles tendem a dividir-se de acordo com o gênero. Se este for o caso, intervenha e misture os grupos. Da mesma forma, se permitir que os alunos escolham onde sentar na classe, não permita uma autosseparação de gênero.

Evite passar atividades baseadas no gênero

É dever do professor, especialmente no ensino fundamental, passar tarefas aos alunos. Certifique-se de não discriminar com base no sexo. Não deixe a limpeza exclusivamente para meninas e o trabalho de transportar coisas exclusivamente para meninos. Se precisar de alguns alunos para levar uma caixa de livros para outra sala, peça para meninos e meninas ajudarem. Em uma aula sobre casa ou cozinha, envolva os meninos no voluntariado.

Crie igualdade de expectativas

Os professores podem, sem querer, criar expectativas diferentes para meninos e meninas em algumas disciplinas. Seja consciente disso e demostre o mesmo padrão de expectativa para meninas em disciplinas convencionalmente "masculinas", como matemática e ciências. Se estiver ensinando educação física, não permita que os meninos pratiquem esportes mais rudes, excluindo as meninas da competição. Discuta suas expectativas com a classe e deixe claro que o gênero não terá influência sobre elas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível