Maneiras de lidar com o etnocentrismo

Escrito por jacob reis Google | Traduzido por marina costa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Maneiras de lidar com o etnocentrismo
O contato com outros culturas deve ser instrutivo, não assustador (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

Vivemos em um mundo que hoje é menor do que jamais foi. Ele está conectado por maravilhas tecnológicas como a Internet, jatos supersônicos e comunicação de alta velocidade. À medida que nosso mundo se abre, experimentamos costumes e culturas diferentes com mais frequência. O etnocentrismo é o sentimento que algumas pessoas têm quando acreditam que sua cultura é superior às demais ou quando usam esse sentimento para fazer julgamentos preconceituosos acerca de um grupo de pessoas. Lidar com o etnocentrismo envolve compreensão e tolerância.

Outras pessoas estão lendo

Entendendo o etnocentrismo

O primeiro passo para lidar com o etnocentrismo é entender o que ele é e de onde vem. Na antropologia cultural, o etnocentrismo é descrito como a crença de que a sua própria cultura é melhor que outra por causa de certos costumes, práticas ou estilos de vida típicas destas culturas diferentes. As pessoas etnocêntricas podem ter julgamentos indiscriminados sobre as pessoas, baseando-se nessas crenças, e podem até usá-los para tomar decisões quanto a empregos e amizades.

Relação com o preconceito

É importante saber que o etnocentrismo pode levar ao preconceito, o que pode ser prejudicial em muitos casos. O preconceito é, essencialmente, um pré-julgamento feito sobre algo ou alguém antes que se possa conhecê-los bem o bastante para fazer um julgamento fundamentado. No etnocentrismo, esses julgamentos são feitos, em geral, baseados em esteriótipos ou em um único incidente isolado com alguém de uma cultura diferente. Em casos leves, o preconceito pode fazer as pessoas intencionalmente evitarem interação com indivíduos de outras culturas e, em casos extremos, levar à violência.

Etnocentrismo em si mesmo

Se você acha que pode ser etnocêntrico, já deu um passo na direção certa ao admitir isso. Sua próxima missão é descobrir o motivo. Pode ser porque você simplesmente se sente desconfortável com aquilo com o qual não está familiarizado. Também pode ser porque você teve uma experiência negativa com alguém de outra cultura. De uma forma ou de outra, você pode dar fim ao seu etnocentrismo pesquisando sobre a cultura, entendendo as crenças dela e o porquê de alguns indivíduos talvez agirem de tal forma. Lembre-se, você pode aceitar uma crença mesmo que não opte por segui-la. Tolerância e aceitação não precisam incluir a prática do costume.

Etnocentrismo nos outros

Se você sente que é o alvo de preconceito devido ao etnocentrismo, é possível tomar algumas medidas para solucionar esse problema. Primeiro, descubra se a pessoa que você acredita ter preconceito não é violenta ou agressiva. Se ela for, evite interagir com ela e informe isso a às autoridades. Se você acha que o etnocentrismo é menos perigoso, talvez seja útil falar à pessoa um pouco sobre você e sua cultura e se desculpar por alguma potencial ofensa feita. Se o indivíduo não aceitar, ele não vale seu tempo. Uma boa pessoa geralmente é capaz de aceitar isso e aprenderá com essa experiência.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível