Mais
×

Manjericão é bom para cães?

Atualizado em 21 novembro, 2016

O manjericão, uma erva nativa da Ásia e da Malásia, vem sendo muito utilizada na medicina ayurvédica, a tradicional técnica de medicina hindu baseada na ideia de equilíbrio entre o organismo, a dieta, tratamento com ervas e a respiração da ioga. Há três variedades do que os hindus chamam manjericão sagrado: Vana, Krishna e Rama. Destes, o Rama é o mais facilmente encontrado e o mais utilizado. A folha do manjericão é a única parte usada para fins medicinais no tratamento de seres humanos ou animais.

O manjericão é um remédio natural usado para tratar diversas doenças em cachorros e em seres humanos (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Manjericão sagrado como tratamento para micose canina

De acordo com o site americano VetInfo.com, o manjericão sagrado é um tratamento eficaz e natural para curar a micose canina. A micose é uma das doenças mais comuns encontradas em animais de estimação, especialmente em cachorros. A micose é uma infecção causada por fungos que se desenvolvem nos tecidos mortos da pele. O fungo espalha a infecção em caminhos circulares, formando "anéis" na pele do animal.

Como saber se seu cachorro está com micose canina

A micose surge como uma pequena lesão redonda sobre a pele do cão. A área afetada geralmente não pelos e a pele pode estar escamosa no centro da lesão, com pequenas pústulas. Embora a micose comece pequena, ela pode aumentar de tamanho e passar a coçar cada vez mais. Mais frequente na cabeça, ela também pode infectar o rabo, patas ou pernas.

Aplicando manjericão sagrado na micose

A seiva do manjericão sagrado é um desinfetante poderoso que ajuda a cicatrizar a pele e trata a infecção fúngica sem causar dor ao animal. Antes de aplicar o manjericão, corte o pelo ao redor das lesões. Tenha cuidado para não cortar ou arranhar a pele, pois isso pode levar a uma infecção. Aplique de 2 a 5 gotas de óleo de manjericão na área afetada, 3 vezes ao dia. A maioria dos casos a micose irá diminuir ao longo de algumas semanas, até desaparecer por completo.

Prevenindo a micose canina

Como a micose também pode afetar seres humanos e gatos, é importante o uso de luvas de látex ao aplicar o manjericão no seu cachorro, para evitar a contaminação de outros animais e pessoas. Limpar bem o ambiente em que o cão vive também irá evitar que o fungo se espalhe e que a micose seja recorrente. Lave ou desinfete as áreas frequentadas pelo seu cachorro e também os locais onde ele senta e dorme, como camas, cobertores, tapetes e móveis.

Lave a cama do seu cãozinho para evitar que a micose volte (BananaStock/BananaStock/Getty Images)
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article