Como manter os dedos baixos no clarinete

Escrito por shaun fowler | Traduzido por helena bianchi gomes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como manter os dedos baixos no clarinete
A posição adequada da mão fará com que tocar seja mais fácil e agradável (Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images)

Manter a posição adequada dos dedos e da mão sobre o clarinete é essencial para a técnica correta e para facilidade, especialmente em passagens rápidas. Quebrar o hábito de levantar os dedos muito alto para fora do instrumento pode ser difícil. No entanto, vale a pena o esforço. Manter os dedos perto do clarinete o tornará mais fácil e mais agradável de tocar.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Clarinete
  • Espelho

Lista completaMinimizar

Instruções

    Posição da mão direita

  1. 1

    Mantenha o clarinete na sua mão esquerda. Relaxe a sua mão direita ao seu lado e observe a posição dos dedos, polegar e punho. Mantendo essa posição relaxada, leve sua mão direita para cima e coloque o polegar sob o descanso de polegar na junta.

  2. 2

    Imagine que você está indo segurar um copo de água na mão. Olhe-se no espelho para ver se seus dedos estão posicionados sobre os buracos de tom enquanto você o faz. O dedo mindinho da sua mão direita deve pairar sobre a chave F menor ou suavemente tocá-la sem pressão.

  3. 3

    Vire-se para o lado para que possa ver o espaço entre os dedos e os buracos de tom em um espelho. A distância do seu dedo para o buraco não deve exceder 0,6 cm.

  4. 4

    Toque algo que você tenha memorizado, ou improvise, observando sua posição do dedo no espelho enquanto toca. Corrija-se, se necessário. Experimente mudar de notas fazendo o mínimo movimento possível.

    Posição da mão esquerda

  1. 1

    Segure o clarinete com sua mão direita. Relaxe a sua mão esquerda ao seu lado e observe a posição dos dedos, polegar e punho. Traga a sua mão esquerda para cima e posicione o polegar com a ponta tocando na chave e a parte carnuda pairando sobre o buraco do polegar. O polegar deve trabalhar em um pequeno ângulo em cima do buraco. Imagine um relógio na parte de trás de seu clarinete. Aponte a ponta do seu dedo polegar entre as 01:00 e 02:00 horas.

  2. 2

    Delicadamente, coloque o seu dedo mínimo na chave E menor e passe os outros dedos sobre os buracos de tom. Vire-se para o lado para que você possa ver os seus dedos no espelho. Os dedos não devem estar mais do que 0,6 cm longe dos furos de tom.

  3. 3

    Toque algo que você tenha memorizado, ou improvise, observando a posição dos dedos no espelho. Certifique-se de usar A e G sustenido para verificar se você está rolando o dedo indicador e não levantando-o para colocar nas teclas.

Dicas & Advertências

  • Pegar este hábito leva tempo. Pratique diligentemente usando o espelho para ter certeza de que você está mantendo uma distância adequada das chaves.
  • Mantenha as mãos e os pulsos relaxados para evitar tendinite e outras doenças de tensão.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível