Como manter um diário terapêutico privado, buscando crescimento pessoal

Escrito por pamela baum | Traduzido por regina fleck
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como manter um diário terapêutico privado, buscando crescimento pessoal
Manter um diário pode ajudar você a crescer como pessoa (Jupiterimages/Creatas/Getty Images)

Ao escrever para desabafar suas preocupações, você pode usar um diário como uma terapia pessoal. Por não ter um público leitor, este tipo de diário permite que você escreva sem censura, apenas para entender seus sentimentos ou simplesmente entender o que está se passando em sua vida. Embora um diário seja um lugar seguro para deixar pensamentos venenosos fluírem, procure escrever sobre sentimentos e experiências positivas. Você está criando uma história pessoal, que vai ser mais bem compreendida quando refletir tanto os pontos altos como baixos de sua vida.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Caderno ou diário
  • Caneta

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Escolha sua caneta favorita e um caderno de capa dura ou simplesmente um caderno de espiral comum. Embora algumas pessoas prefiram manter um diário no computador, escrever com papel e caneta, à moda antiga, costuma ser melhor, pois assim você não cai na tentação de ficar abrindo outras janelas, o que pode atrapalhar o processo.

  2. 2

    Encontre um lugar confortável e íntimo para escrever, onde durante meia hora, no mínimo, ninguém venha incomodar. Você pode escrever no sofá de sua casa, em um café ou em um parque, ou na sua cama.

  3. 3

    Escreva a data no topo de uma página em branco. Em seguida, permita-se escrever livremente sobre qualquer assunto que passar por sua cabeça. Você pode querer escrever sobre um assunto que tem estressado ou preocupado você, ou sobre algo emocionante ou frustrante. Escreva rapidamente, permitindo que as palavras fluam naturalmente. Não se preocupe com gramática, pontuação, ortografia, ou se as palavras fazem sentido para qualquer um que não seja você. Você pode desenhar, rabiscar ou fazer listas. O importante é expressar com palavras qualquer assunto que passar por sua cabeça. Sempre que escrever em seu diário, procure preencher uma página inteira.

  4. 4

    Guarde seu diário em um lugar privado, onde os outros não possam encontrar -- em um canto de uma estante ou em uma gaveta, por exemplo. Um diário terapêutico vai ajudá-lo a entender que a sua vida deve acontecer sem medo da reação de um leitor. Embora não tenha problema os outros saberem que você tem um diário, eles não devem ler sem sua permissão.

  5. 5

    Encontre um horário que seja bom para você, e procure encontrar um tempo vários dias durante a semana para escrever. Escreva mais se você estiver estressado ou enfrentando problemas. No começo, seu diário pode ser mais factual do que emocional, mais uma lista de acontecimentos do que sobre seus sentimentos, mas deve, gradualmente, permitir que você explore aspectos mais profundos de sua vida. Você vai acabar escrevendo sobre assuntos maiores, como amor e romance, dinheiro ou preocupações profissionais, família e interações interpessoais, ou acontecimentos importantes ou mudanças.

  6. 6

    Releia seu diário periodicamente, voltando a ele sempre que precisar esclarecer sues sentimentos e encontrar clareza. Não analise demais, mas utilize seu diário para lembrá-lo de sua história pessoal, para entender eventos passados e os sentimentos que eles suscitaram. Relê-lo vai ajudá-lo a descobrir temas e tendências em sua vida, possibilitando que você se torne uma pessoa mais forte.

    Como manter um diário terapêutico privado, buscando crescimento pessoal
    Reler o seu diário vai ajudá-lo a entender o padrão de sua vida (Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível