Como fazer uma matriz de custo-benefício

Escrito por indrajit dutta | Traduzido por tradutor em demand media studios
Como fazer uma matriz de custo-benefício
As empresas contrastam os cursos e os benefícios associados em uma matriz de custo-benefício (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

A análise de custo-benefício é uma sequência de passos que uma empresa assume para contrastar seus custos e benefícios em uma determinada decisão gerencial, plano ou produto. Essa gestão compara todas as alternativas disponíveis que a empresa apresenta como uma forma de eliminar as inclinações na escolha entre as várias opções. Os investimentos na escolha e os prováveis ​​retornos, no final de um período estipulado são cuidadosamente estudados, com o intuito de tomar uma decisão. Uma matriz de custo-benefício é representada nesse estudo sob a forma de uma matriz. Existem várias etapas na preparação da matriz.

Instruções

  1. 1

    Defina metas e objetivos da sua empresa para um determinado projeto. A análise custo-benefício quebra os fins e os objetivos imediatos do projeto. Uma breve anotação também é fornecida como notas do projeto. Dessa forma, todo mundo que lê sabe o que a empresa pretende alcançar com o projeto.

  2. 2

    Desenvolva planos alternativos e esquemas para alcançar os objetivos do seu projeto. Colete dados sobre os custos associados a cada alternativa e considere os meios de obtenção das finanças para cada opção. É necessário estimar as necessidades de caixa em cada fase e trabalhar os custos totais para cada alternativa.

  3. 3

    Calcule os benefícios da escolha de cada alternativa. Uma escolha pode custar à empresa R$ 200.000 mais do que outra escolha, mas no final o aumento dos lucros pode ser de R$ 500.000. Compare os benefícios e os investimentos necessários em cada escolha. Use técnicas de modelagem e simulação para reunir os dados sobre os benefícios futuros que a empresa receberá de cada alternativa. Isso ajuda a classificar cada alternativa de acordo com os custos e os benefícios.

  4. 4

    Represente a análise do custo-benefício, na forma de uma matriz. Sobre o "eixo X", trace os custos e sobre o "eixo Y", os benefícios. Calcule um ponto médio entre os custos e os benefícios. Por exemplo, se os custos variam entre R$ 0 e R$ 2.000.000, o ponto médio seria de R$ 1.000.000. Os custos abaixo desse valor seriam denominados como baixos e os custos acima desse valor, seriam classificados como custos altos.

  5. 5

    Use um software para desenhar a sua matriz de custo-benefício. Muitas empresas se beneficiam imensamente com isso. A aplicação determina os valores futuros dos custos e dos retornos e fornece recomendações sobre a melhor escolha possível que a empresa tem.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível